Homem cego e seu cão-guia são expulsos de restaurante após ouvirem que ‘você não parece cego’

por Lucas Rabello
0 comentário 163 visualizações

Um homem legalmente cego, identificado no Paul, e seu cão-guia foram expulsos de um restaurante em Seattle, EUA, devido a um mal-entendido sobre sua deficiência. O incidente, ocorrido em 8 de maio, atraiu atenção significativa após Paul compartilhá-lo no TikTok, onde foi visualizado mais de 9,4 milhões de vezes.

Durante sua visita ao restaurante não nomeado com seu cão-guia, Sr. Maple, um funcionário do restaurante se aproximou de Paul para aplicar a política de ‘proibição de animais de estimação’. Paul explicou que o Sr. Maple não era um animal de estimação, mas sim um cão de serviço. O funcionário então questionou se o cão era apenas um ‘cão de apoio emocional’.

Paul mostrou ao funcionário a coleira de cão-guia do Sr. Maple e declarou, “Sou cego”, ao que o funcionário respondeu, “você não parece cego”. Paul explicou que muitas pessoas na comunidade de cegos retêm alguma visão funcional e mencionou que ele tem “um ponto de visão”, razão pela qual parecia estar olhando diretamente para o funcionário.

A situação escalou quando o funcionário expressou ceticismo sobre a deficiência de Paul, comentando, “não é meu primeiro rodeio”. Em seguida, ameaçou chamar a polícia se Paul retornasse ao restaurante com seu cão.

@matthewandpaul

“This isn’t my first rodeo” 💀 #blind #guidedog #servicedog #storytime

♬ original sound – Matthew and Paul

Após o incidente, Paul se encontrou com o gerente do restaurante. Ele esclareceu que não estava interessado em processar ou demitir o funcionário, mas buscava uma resolução construtiva. O restaurante emitiu posteriormente um pedido de desculpas sincero a Paul e forneceu-lhe um cartão-presente.

A resposta no TikTok à maneira como Paul lidou com a situação foi extremamente positiva. Um usuário comentou, “Resposta muito elegante. É preciso ser uma pessoa forte e confiante para dar à parte ofensora a chance de corrigir o erro e ser educativo ao mesmo tempo. Aula de mestre.” Outro expressou admiração pela compostura de Paul, afirmando, “Sempre me impressiono com a graça com que você lida com tudo que a vida lhe joga. Estou feliz que isso tenha terminado bem.” Além disso, um terceiro usuário, identificando-se com Paul, agradeceu-lhe, escrevendo, “Como alguém com uma deficiência invisível, obrigado por ter essa reunião.”

Deixar um comentário

* Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e tratamento de seus dados por este site.

Mistérios do Mundo 2024 © Todos os direitos reservados