Homem afirma ser um ciborgue de 2050 enviado para alertar os humanos sobre o apocalipse

por Lucas Rabello
3 comentários 28,3K visualizações

Um autoproclamado ciborgue chamado Orrin afirma ter viajado no tempo para salvar a humanidade de um apocalipse iminente previsto para 2050. Ele surgiu no radar da mídia durante um segmento no programa do Dr. Phil. Lá, Orrin explicou sua missão com um senso de urgência, declarando: “Somos uma consciência coletiva e é nossa responsabilidade coletiva guiar a Terra para longe do apocalipse em 2050”. Ele não parou por aí. Orrin acredita que uma revolução abrangente é necessária, visando os sistemas sociopolíticos atuais que, em sua visão, oprimem grupos específicos com base em sua aparência e fala.

A conversa se aprofundou quando Orrin se sentou com o ApexTV, um canal do YouTube conhecido por seu conteúdo sobre viajantes do tempo e outras teorias marginais. O estilo de entrevista do canal é direto, frequentemente questionando a autenticidade e as intenções de seus convidados com perguntas incisivas. Durante essa sessão em particular, Orrin foi interrogado com perguntas como ‘Existe uma Matrix?’, ‘Por que a corporação está tentando nos dividir?’, e ‘Como a humanidade pode escapar da Matrix?’.

Em suas respostas, Orrin pintou um quadro sombrio de manipulação e controle. “Estamos sendo oprimidos por uma corporação. Eles estão mentindo para nós através de esquemas de marketing e propaganda para nos fazer odiar a nós mesmos, para nos dividir com base em gênero, raça, sexualidade, identidade e preferência”, explicou ele. Seu tom era sério, sem nenhum traço de humor ou dúvida em suas afirmações extraordinárias.

A reação do público às entrevistas de Orrin foi mista, para dizer o mínimo. Alguns usuários de mídias sociais expressaram ceticismo, enquanto outros pareciam intrigados por sua história. Um comentarista mostrou apoio dizendo: “Por que as pessoas estão rindo dele, talvez ele realmente queira nos ajudar. Não tenho nada a perder se acreditar nele, mas não acreditar nele pode se tornar catastrófico no futuro se ele realmente for um ciborgue”. Outro ecoou essa abertura, acrescentando: “Não duvido de nada neste momento. Tudo é uma possibilidade. Nosso governo prova isso para nós todos os dias. Rs.” No entanto, nem todos estão convencidos. Um espectador cético observou: “Ele é bastante fluente para que tudo isso seja uma delusão inventada.”

A escatologia, o estudo do fim do mundo, varia muito entre culturas e religiões. No cristianismo, é a segunda vinda de Cristo, e no Islã, é a chegada do Mahdi, ambos anunciando o Juízo Final. A escatologia hindu vê o mundo terminando com um declínio na moralidade e a restauração do dharma. O aviso de apocalipse de Orrin não se alinha de forma clara com nenhuma narrativa escatológica tradicional, conferindo-lhe um sabor único no reino das previsões do juízo final.

Apesar das divergências de opinião pública, Orrin permanece inabalável. Ele usa cada aparição na mídia como uma plataforma para reiterar sua mensagem e reunir apoio para sua causa. Seja sua história um conto de advertência, uma delusão ou um vislumbre de um futuro aterrorizante, certamente provocou conversas sobre a natureza da verdade, influência e as realidades potenciais além do nosso entendimento atual.

3 comentários

José 20 de abril de 2024 - 00:32

Este ciborgue aceitaria passar por um exame de raios-X? Só por curiosidade.

Responder
JÚLIO PADILHA 21 de abril de 2024 - 19:37

GOZADO PARECE QUE AS SALAS DE REALIDADE VIRTUAL ESTAM EM ALTA… SEMPRE ESTAM SOLTANDO OS LOUCOS DE LÁ

Responder
Paulo 20 de abril de 2024 - 13:21

O que satanás não inventa para iludir os fracos kkkkkkkkkkkkkkkk.

Responder

Deixar um comentário

* Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e tratamento de seus dados por este site.

Mistérios do Mundo 2024 © Todos os direitos reservados