Pular para o conteúdo
Grávida é raptada e morre após ter filho roubado ainda no útero

Grávida é raptada e morre após ter filho roubado ainda no útero

Uma mexicana grávida morreu depois de ter sua barriga aberta por duas pessoas que roubaram seu bebê ainda não nascido, disseram autoridades na segunda-feira.

Os supostos perpetradores foram presos com um recém-nascido em sua posse, informou a procuradoria-geral do estado de Veracruz em um comunicado.

O bebê “foi resgatado são e salvo e agora está recebendo atenção das autoridades competentes”, disse o comunicado.

Os suspeitos, um homem e uma mulher, compareceram perante um juiz na segunda-feira acusados de sequestro e feminicídio.

Eles teriam esquartejado a vítima para extrair o feto porque a mulher agressora não podia ter filhos, disse à AFP um funcionário ligado à investigação sob condição de anonimato.

A vítima foi atraída para a morte através de uma rede social com a promessa de roupas para seu bebê, disseram parentes à mídia local.

Mais de 3.700 mulheres foram assassinadas no México assolado pela violência em 2021, das quais cerca de 1.000 foram classificadas como feminicídios, segundo dados oficiais.