Pular para o conteúdo
FIFA repudia torcedores ingleses que usaram trajes cruzados zados

FIFA proíbe torcedores ingleses de usaram trajes cruzados no Catar

Quando a seleção dos Estados Unidos enfrentou a Inglaterra na Copa do Mundo do Catar, na última sexta-feira, algo chamou a atenção da FIFA: os cavaleiros medievais.

O órgão regulador do futebol disse aos torcedores ingleses para abandonar a imitação de cota de malha, escudos e espadas, de acordo com a CNBC, por eles remeterem às Cruzadas.

“Os trajes dos cruzados no contexto árabe podem ser ofensivos contra os muçulmanos. É por isso que os colegas anti-discriminação pediram aos torcedores que vestissem as coisas do avesso ou trocassem de roupa”, disse o jornal citando um funcionário da FIFA.

Apesar de não existir uma lei local explícita que impeça o uso dos trajes, esse tipo de roupa pode ser ofensivo por que exércitos cristãos lutaram contra muçulmanos por mais de 2 séculos, visando recuperar Jerusalém e regiões próximas que eram de domínio islâmico.

Problemas com roupas e cores estão dando o que falra nessa Copa do Mundo, uma vez que o Catar repudia o uso das cores do arco-íris e símbolos cristãos.