Ondas azuis brilhantes surpreendem moradores da Califórnia

De acordo com informações do Los Angeles Times, ondas brilhantes com coloração neon estão iluminando as praias do Sul da Califórnia durante todo o mês de abril, em um fenômeno que vem chamando a atenção de curiosos e turistas do mundo inteiro. Não se trata, no entanto, de um fenômeno desconhecido. Há pelo menos 120 anos os cientistas já estudam essas ondas, que são conhecidas cientificamente como “Noctiluca scintillans”, e estão relacionadas a um microorganismo unicelular conhecido como dinoflagelado.

Esses pequenos seres vivos fazem parte do grupo de plânctons que vivem normalmente na costa do Sul da Califórnia, mas eles possuem uma peculiaridade: Quando são pegos por um predador, eles emitem uma luz, também conhecida como bioluminescência. De acordo com o biólogo marinho Michael Latz, que foi entrevistado pelo Los Angeles Times, essa luz tem o objetivo de assustar os predadores, servindo como um mecanismo de defesa para essas criaturas.

Jay L. Clendenin / Los Angeles Times

Esses mesmos microorganismos são responsáveis pelo fenômeno conhecido como “maré vermelha”, que ocorre quando eles se encontram em grande quantidade na superfície da água, provocando uma coloração avermelhada na superfície do oceano. Já o evento conhecido como “Noctiluca scintillans” ocorre durante a noite, quando é possível perceber a bioluminescência.

(Jay L. Clendenin/Jay L. Clendenin/Los Angeles Times)

Apesar dos cientistas já conhecerem o comportamento destes seres há um bom tempo, ainda é difícil prever quando as marés vermelhas vão acontecer, e além disso elas nem sempre são capazes de provocar a bioluminescência. Os fatores exatos que levam os dinoflagelados a causar esse evento ainda não são totalmente compreendidos.

Durante o último final de semana, conforme relatou o Los Angeles Times, várias pessoas se reuniram na Hermosa Beach, apesar das restrições que ordenavam o distanciamento social, onde o fenômeno estava bastante visível.

Até o presente momento, o brilho no mar continua aparecendo em vários pontos do Sul da Califórnia, mas é difícil precisar até quando o fenômeno vai durar.

Jay L. Clendenin / Los Angeles Times
(Jay L. Clendenin / Los Angeles Times)
você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.