Facebook vai mudar completamente. Instagram também passará por mudanças

Marcada por recentes escândalos de desinformação e violações de privacidade, a superpotência das redes sociais revelou uma nova série de recursos em sua conferência anual de desenvolvedores no Vale do Silício nesta semana. Aqui estão alguns dos tópicos mais importantes do evento.

Para resumir, o Facebook – junto com suas plataformas irmãs, Instagram e WhatsApp – está tentando deixar de ser uma “praça pública digital” para uma “sala de estar digital”. “Privacidade” e “intimidade”, ao que parece, são as novas palavras do momento.

A reformulação, que irá trazer uma aparência mais simples e bonita, dará destaque para grupos e eventos privados. Em vez de fazer login e ver um feed de notícias cheio de grandes plataformas de mídia e vídeos virais patrocinados, você pode esperar ver mais dos grupos nos quais se inscreveu. Uma nova guia será exibida para facilitar a inscrição em novos grupos com base em interesses comuns.

Facebook

Um novo recurso chamado “Conheça novos amigos” também ajudará os usuários, obviamente, a conhecer novos amigos, sugerindo pessoas no mesmo local e com interesses semelhantes a você.

Além disso, será lançado o Facebook Dating em mais 14 países, incluindo o Brasil, recurso que visa permitir que as pessoas “explorem  potenciais relacionamentos românticos dentro de seu próprio círculo estendido de amigos.” O que poderá dar errado, hein?

A grande ênfase na privacidade fará com que o aplicativo Messenger seja equipado com um novo software, na esperança de torná-lo mais elegante e fácil para os usuários se comunicarem com seus amigos em particular. O Messenger também testará um recurso de “vigilância em grupo”, no qual as pessoas podem convidar amigos para assistir a um vídeo em tempo real enquanto estiverem enviando mensagens. Mais uma vez, isso está tentando fomentar a ideia de uma “sala virtual”.

Eles acabarão por implementar a criptografia de ponta a ponta no Messenger, o que significa que ninguém, nem mesmo técnicos do Facebook, poderão ver o conteúdo da mensagem, a menos que você decida compartilhá-la.

“Estamos desenvolvendo muita infraestrutura técnica profunda e repondo toda a infra-estrutura para a empresa dar suporte a essa visão de privacidade”, disse Mark Zuckerberg, presidente e CEO do Facebook, em seu discurso.

Há uma grande notícia para o Instagram também. Eles estarão experimentando um sistema que esconde o número de curtidas que qualquer conteúdo recebe, em uma tentativa que permite “focar nas fotos e vídeos que você compartilha, não em quantas curtidas elas ganham”.

você pode gostar também
1 comentário
  1. Paulo Tavares Junior Diz

    Se começarem a querer censurar demais o povo vai migrar para outra rede social que se proponha a ser uma “praça pública”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.