Experimento de terraplanista para ‘provar que a Terra é plana’ dá errado

por Lucas Rabello
Publicado: Atualizado em 6,1K visualizações

Em um incidente notável documentado no documentário da Netflix “Beyond the Curve”, Bob Knodel, um proeminente terraplanista, embarcou em um ambicioso experimento para validar sua crença de que a Terra é plana. O experimento, que custou 20 mil dólares, tinha como objetivo desafiar o consenso científico estabelecido sobre a forma da Terra.

Knodel utilizou um giroscópio a laser em seu experimento, com o objetivo de demonstrar que não haveria rotação detectável se a Terra fosse de fato plana. A configuração envolvia a filmagem de uma luz projetada através de dois buracos a uma altura consistente acima do solo, com a expectativa de que, se a Terra fosse plana, a luz seria visível através dos dois buracos à mesma distância.

No entanto, os resultados não estavam alinhados com as expectativas de Knodel. Em vez de validar a teoria da Terra plana, o experimento registrou um desvio de 15 graus por hora, indicativo da rotação da Terra. Esse resultado foi contrário à hipótese da Terra plana e alinhado com o entendimento científico de uma Terra esférica.

O documentário explora o ressurgimento da teoria da Terra plana na era digital, destacando como a internet facilitou a disseminação desta e de outras teorias da conspiração. Ele apresenta entrevistas com figuras-chave no movimento da Terra plana, incluindo Mark Sargent e Patricia Steere, bem como respostas de astrofísicos e especialistas científicos.

Experimento de terraplanista para 'provar que a Terra é plana' dá terrivelmente errado

O resultado foi exatamente o oposto do que ele pretendia. Crédito: Netflix

A reação de Knodel aos resultados inesperados de seu experimento foi capturada durante o documentário. “O que encontramos é que, quando ligamos esse giroscópio, descobrimos que estávamos detectando um desvio. Um desvio de 15 graus por hora”, disse ele em seu canal no YouTube, expressando surpresa com os resultados. Ele admitiu que os resultados representavam “um tipo de problema” para a teoria da Terra plana e revelou uma tentativa de encontrar explicações que refutassem os dados do giroscópio.

A resposta pública ao experimento de Knodel e suas consequências foi mista, com muitos usuários de mídias sociais comentando sobre o significativo investimento financeiro e a ironia do resultado do experimento. As reações variaram desde o ceticismo sobre a disposição de Knodel em aceitar os resultados até um comentário mais amplo sobre a natureza da crença e da evidência.

“Provavelmente ainda não mudou de ideia”, especulou um usuário de mídia social, destacando a profunda convicção mantida por alguns proponentes da teoria da Terra plana. Outro acrescentou: “Aposto que ele ainda não aceitará”, refletindo uma percepção comum sobre a natureza enraizada dessas crenças, independentemente das evidências contrárias. Um terceiro comentou sobre as implicações mais amplas do fracasso do experimento, observando: “Há algo estranhamente satisfatório em assistir uma simples opinião se dissolver diante de métodos não rigorosos, rs.”

Lucas Rabello
Lucas Rabello

Fundador do portal Mistérios do Mundo (2011). Escritor de ciência, mas cobrindo uma ampla variedade de assuntos. Ganhou o prêmio influenciador digital na categoria curiosidades.

Mistérios do Mundo 2024 © Todos os direitos reservados