Esta cidade é quase seis vezes maior que Nova Iorque, mas poucos a conhecem

Em um dos países mais fechados do mundo, o Myanmar, localizado na Ásia, repousa uma cidade extremamente grande – cerca de seis vezes o tamanho de Nova Iorque -, e igualmente desconhecida da maior parte do mundo: Naypyidaw.

Apesar de não ser de fato uma cidade abandonada, ela conta com uma população extremamente baixa (900 mil habitantes) para o seu espaço territorial. Isso faz com que Naypyidaw tenha ruas gigantescas, porém muito pouco movimentadas.

Há cerca de dez anos, o governo do Myanmar secretamente destituiu a antiga capital do país, Yangon, e passou a considerar Naypyidaw como a sede do governo.

O que chama atenção, no entanto é que mesmo para os nascidos em Myanmar a cidade ainda era totalmente desconhecida, e poucos sabiam que ela existia. Também não se sabe exatamente quando e como ela foi construída, já que há pouco tempo o local onde hoje repousa a gigantesca cidade era apenas uma vasta floresta.

Caso você não saiba, Myanmar vive um regime semelhante ao da Coreia do Norte, o que faz com que as coisas que acontecem por lá sejam bastante secretas, mesmo para os moradores locais, mas principalmente para os estrangeiros. Por isso, é bem provável que os detalhes sobre a construção da cidade nunca sejam esclarecidos.

À exceção de alguns trabalhadores ligados ao governo, é bastante raro ver pessoas andando pelas largas ruas da cidade, que visivelmente foi construída pensando em uma população muito maior do que a que realmente vive por lá.

Como não podia ser diferente, vários rumores, boatos e lendas sobre o verdadeiro objetivo e a real história por trás de Naypyidaw se multiplicaram desde a sua transformação em capital de Myanmar. Alguns dizem, por exemplo, que a cidade não passa de uma fachada, e que as pessoas vivem, na verdade, em túneis e complexos subterrâneos, com entradas escondidas.

É claro que nada se provou até o momento, e raramente será provado qualquer dia, mas trata-se de uma cidade misteriosa o suficiente para atiçar a criatividade alheia.

E você, o que pensa sobre esta estranha cidade?

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.