Esta árvore é tão venenosa quanto uma serpente. Um de seus frutos pode matar a 20 pessoas

A natureza é sabia, até a flor mais delicada tem uma arma para proteger-se (perguntem às rosas), mas esta árvore exagerou, de verdade. A famosa “árvore da morte” é muito popular na história da América Central, pois os índios costumavam usar suas folhas para envenenar dardos e proteger-se dos invasores. O nome cientifico da árvore é Hippomane mancinella e, segundo o Instituto de Ciências de Alimentos e Agricultura da Florida, nos Estados Unidos, Hippomane vem do grego “hippo” que significa cavalo e “mane” significa mania ou loucura.

A árvore é nativa de ilhas do Caribe e da América Central

Reinaldo Aguilar/Flickr

Na Flórida abundam, certamente.

“Manzanillo de la muerte” é outro de seus nomes.

Gary Price/Flickr

Tem uma seiva leitosa altamente irritante. Estar por perto enquanto há vento, chuva ou simplesmente apoiar-se seria algo para lamentar-se. Seu fruto causa tal desidratação que pode ser mortal. Um estudo realizado por Nicola Strickland em 1999 para o British Medical Journal demonstrou que seus efeitos eram mortais.

Só uma de suas frutas pode matar a 20 pessoas se não forem atendidas com rapidez.

Thinkstock

Antigamente, os índios amarravam os inimigos na árvore até gritarem pela ardência.

Obviamente, é proibido queimar essas árvores (não quero nem pensar o que aconteceria…)

Tem recorde mundial do Guinness por ser a árvore mais venenosa de todas.

Creative Commons

Mas nem tudo são más notícias… nos períodos de muito sol, baixa seu poder de destruição e sua madeira é considerada uma jóia pela qualidade.

E infelizmente tanto a cortaram que está hoje em perigo de extinção.

J.B. Rapkins/Science Photo Library

Já sabe, se for ao Caribe, melhor observar em que árvore se encosta…

Veja também: Mais do autor

Comentários

Carregando...