Início » Ciência » Esse é o futuro do café: A bebida como a conhecemos vai mudar

Esse é o futuro do café: A bebida como a conhecemos vai mudar

Lucas R.

Publicado em

Esse é o futuro do café
Prepare-se, amantes do café! Pesquisadores brasileiros estão a um passo de uma descoberta que pode revolucionar sua xícara diária!

O Brasil é conhecido pelo seu samba arrebatador, pelo churrasco suculento e pelas praias deslumbrantes. Mas se você é um apaixonado por cafeína (como eu), sabe que a maior fama do país vem do café rico e encorpado que produz.

Sim, o Brasil, o paraíso que fornece nada menos que um terço do mercado global de café. Agora, os pesquisadores brasileiros estão à beira de uma descoberta que pode mudar o jogo para todos nós, viciados em café.

Imagine isso: uma variedade de café arábica naturalmente descafeinada, cheia de sabor e sem os efeitos colaterais indesejados da cafeína. Isso não é um delírio alimentado pela minha dose diária de cafeína. É a missão ambiciosa de um projeto de pesquisa de vinte anos no Instituto Agronômico de Campinas (IAC). O objetivo? Desenvolver variedades de café que deliciem o seu paladar, mas deixem seu ciclo de sono intacto, segundo o The Guardian.

Dizendo Adeus aos Processos Industriais de Descafeinação

Existe um mundo de fanáticos por café lá fora que amam sua bebida, mas precisam se contentar com as opções descafeinadas, muitas vezes o resultado de processos complexos, químicos ou industriais.

VEJA TAMBÉM:
Descobriram uma enorme massa enterrada sob a superfície da lua. Ela não para de emitir calor

Parece um pouco como beijar sua amada através de um véu, não é? Todo esse trabalho para extrair a cafeína parece um pouco exagerado. No entanto, os pesquisadores do IAC estão prestes a nos aproximar ainda mais de saborear o café em sua forma mais autêntica e pura.

Como eles estão fazendo isso? Estão mergulhando em seu banco de germoplasma, escolhendo diferentes plantas com teor naturalmente baixo de cafeína e promovendo um “encontro” através do cruzamento. É como um aplicativo de namoro para plantas de café, onde os pesquisadores brincam de cupido! Seus esforços agora estão dando frutos – literalmente – à medida que iniciam os testes de campo regionais com alguns de seus clones de café promissores.

A melhor parte? Os resultados estão parecendo mais do que promissores. Julio Cesar Mistro, o pesquisador entusiasmado que supervisiona o projeto, certamente pensa assim. Em suas próprias palavras, “Estamos otimistas”. Mesmo que as árvores de café geralmente levem de dois a três anos para dar seus primeiros frutos, a primeira colheita e os subsequentes testes já estão no horizonte.

VEJA TAMBÉM:
Luzes de terremoto foram relatadas em Marrocos, mas o que são?

Esse é o futuro do café

O futuro do café

As implicações disso são nada menos que revolucionárias, especialmente considerando que o café descafeinado detém cerca de 10% do mercado dos EUA, de acordo com a National Coffee Association (NCA). Se você não consegue lidar com a cafeína ou apenas prefere sua xícara noturna sem as potenciais interrupções do sono, essa variedade naturalmente descafeinada pode ser um sonho tornado realidade.

Enquanto isso, as empresas de café também podem sentir os benefícios. Elas podem economizar uma bolada ao pular o processo caro de descafeinação, uma situação vantajosa tanto para os produtores quanto para os consumidores.

Resumindo, segurem suas canecas, amantes do café, porque uma revolução descafeinada está sendo preparada. É hora de abrir caminho para o café cheio de sabor e naturalmente descafeinado, cortesia dos nossos mágicos do café brasileiro no IAC. Este pode ser muito bem o amanhecer de uma nova era no consumo de café.

Photo of author
Editor-chefe do portal Mistérios do Mundo desde 2011. Adoro viajar, curtir uma boa música e leitura. Ganhou o prêmio influenciador digital na categoria curiosidades.