Escultura homenageia 82 crianças capturadas pelos nazistas no massacre de Lídice

No ano de 1942, a antiga cidade de Lídice, na Republica Tcheca, se tornava vítima de uma das tantas atrocidades promovidas pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial. Depois de conquistar o território, Adolf Hitler decidiu que a cidade deveria deixar de existir, e ordenou a sua destruição. De acordo com os historiadores, esta foi uma “manobra” de vingança dos nazistas por conta da morte do oficial alemão Reinhard Heydrich.

LidiceMemorial

Lídice teve todas suas saídas fechadas, e foi completamente devastada, com os alemães deixando vivos apenas 40 meninos e 42 meninas, que foram levados a um campo de concentração em Chelmno, na Polônia – onde acabaram por perder a vida.

LidiceMemorial

Em 1969, a professora e escultora Marie Uchytilová deu início a um belo projeto que tinha como objetivo homenagear as 82 crianças que foram temporariamente poupadas pelos alemães, apenas para morrer mais tarde em Chelmno. Marie passou 20 anos trabalhando em uma escultura, mas acabou por falecer depois de completar apenas o corpo das crianças, em 1989. Foi então que seu marido decidiu que a ideia não poderia ser deixada para trás. Para isso, concluiu a face das crianças, e cobriu toda a escultura (que havia sido feita em gesso) com cobre.

A cidade Lídice nunca voltou a existir como era antes, mas foi reconstruída a 700 metros de onde ficava o vilarejo devastado pelos nazistas.

LidiceMemorial

Hoje, no lugar onde originalmente repousava a cidade, fica a bela escultura, com rosto das 82 crianças, no local exato onde elas foram reunidos pelos nazis antes de serem enviadas ao campo de concentração.

LidiceMemorial

Uma linda homenagem que, apesar de não apagar as tristes memórias deste episódio terrível, ajuda a manter viva essa história com o intuito de nunca mais repetirmos atrocidades desta natureza.

LidiceMemorial

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.