Notícias e artigos sobre ciência, incluindo espaço, biologia, arqueologia, e muito mais.

Em caso do fim do mundo, aqui estão 8 comidas que duram quase para sempre

A notícia de que, após 107 anos, o bolo de frutas do Capitão Scott foi encontrado pelo Antarctic Heritage Trust e “cheirava bem, parecendo comestível”, levanta a questão: existem outros alimentos que possuem um grande poder de permanência?

Bolo encontrado após 107 anos.

A resposta é sim – e vários alimentos. Com a grande onda de desastres naturais, muitas pessoas estão buscando informações sobre quais são eles e sua possível duração. Veja a seguir quais alimentos são essenciais manter consigo em caso de “fim do mundo” ou, melhor dizendo, em casos caóticos de eventos naturais de grandes proporções:

8 – Mel

Em 2015, os arqueólogos relataram que encontraram mel de 3.000 anos, enquanto escavam túmulos no Egito e estava perfeitamente comestível. Essa durabilidade se dá graças às características únicas do mel: é baixa em água e alta em açúcar, de modo que as bactérias não podem crescer nele.

O mel também contém pequenas quantidades de peróxido de hidrogênio, que inibe o crescimento de micróbios e em maior proporção quando processado. Isso é, em parte, porque as abelhas o produzem em suas colmeias, já que é tanto alimento como também proteção. Com o processamento e ainda o armazenamento em potes herméticos, o mel consegue durar infinitamente.

Embora o mel possa ficar turvo e cristalizar quando aberto à medida que os açúcares se acumulam novamente, esta mudança física pode ser revertida simplesmente aquecendo o produto.

7 – Legumes secos

Tal como acontece com o mel, a chave para uma longa vida útil é o processamento e o armazenamento de alguns alimentos. A secagem aumenta a concentração de açúcar dos alimentos e reduz o teor de água, o que dificulta a proliferação das bactérias neles.

Se o recipiente em que forem armazenados estiver à prova de ar, eles vão durar anos e ainda serão uma ótima fonte de proteína. Se você permitir a entrada de água, no entanto, eles só podem durar alguns meses.

6 – Molho de soja

O molho de soja tem a capacidade de durar pelo menos três anos. A combinação do seu teor de sal e fermentação significa que, se for fechado, deve ter uma vida útil muito longa.

Agora, quanto tempo durará já depende do tipo de molho de soja e, uma vez aberto, da temperatura em que está armazenado. Se apodrecer é provável que seja devido ao crescimento de bolor ao redor da tampa.

5 – Vinagre

Alguns podem argumentar que o vinagre é igual o vinho ou a cidra. Mas sua natureza ácida, tradicionalmente alcançada usando a bactéria de Acetobacter para fermentá-lo, significa que outras bactérias também lutam para crescer nele, e isso pode durar muito tempo.

Enquanto o vinagre branco permanecerá quase inalterado indefinidamente, outros vinagres podem mudar de cor ou produzir sedimento. Normalmente, isso não afetará a segurança do produto, apenas a aparência e talvez o sabor.

4 – Arroz branco

O arroz branco foi ingerido depois de ter sido armazenado por 30 anos em latas, com o arroz parboilizado, passando por um teste de degustação. O que parece ser a chave para o arroz é a atmosfera e a temperatura.

Estudos relataram que uma baixa temperatura (cerca de 3 ℃ ou 37,4 graus Fahrenheit) e uma falta de oxigênio parecem ser importantes para a sua longevidade.

O arroz integral, apesar de ser considerado mais saudável, tem uma vida útil mais curta. O seu farelo fibroso contém gorduras insaturadas, naturalmente estragam. Então, se o seu arroz integral está com aspecto oleoso, é melhor jogá-lo fora.

3 – Chocolate amargo

A adição de leite ao chocolate pode reduzir sua vida útil. Mas o chocolate amargo pode durar bem mais dependendo da temperatura, pois se não for armazenado a uma temperatura constante, a gordura pode subir para a superfície e isso estraga o produto.

Se armazenado a uma temperatura constante, no entanto, o chocolate pode durar dois anos ou mais, com concentrações dos compostos que estão relacionados aos benefícios para a saúde. Para a maioria das pessoas, porém, o chocolate não tende a durar muito já que é facilmente comido.

2 e 1 – Açúcar e o sal

Muitos dos alimentos que duraram muito tempo são ricos em açúcar e sal. Em termos simples, eles absorvem a água, então, as bactérias não conseguem se proliferar.

Se o sal e o açúcar forem armazenados longe da umidade em recipientes herméticos, eles irão durar indefinidamente. Mas aditivos como o iodo adicionado ao sal, podem reduzir sua vida útil a cerca de cinco anos.

A maioria dos alimentos em geral não dura muito. Isso ocorre porque eles contêm propriedades que os micróbios amam, como nutrientes e água, e não muito das coisas que eles não amam, como o sal e o ácido.

Porém, fique ciente de que as datas de consumo geralmente são usadas por razões de segurança alimentar, e as datas de melhor antes são mais relacionadas com a qualidade do produto.

Essa lista foi elaborada por Duane Mellor, conferencista sênior da Coventry University; Daniel Amund, professor adjunto da Universidade de Coventry e Isabella Nyambayo, professora de nutrição humana na Universidade de Coventry.

[Science Alert]

Comentários
Carregando...