Durante uma briga conjugal, homem se joga do carro em movimento e processa a esposa

Imagem: Divulgação.

Um australiano que ficou com ferimentos graves depois de pular de um automóvel, acabou por acusar a esposa, que estava com ele no momento, de negligência.

Esta ocorrência inimaginável se deu em dezembro de 2012, quando Brian Lim, sua esposa, Eunkyung Cho, e seus filhos gêmeos estavam sendo levados para casa depois de saírem de uma churrascaria. Os dois cônjuges começaram a discutir depois que o Sr. Lim conversou com uma pessoa conhecida que havia encontrado no restaurante.

Imagem: Divulgação.

Em um ponto, ainda no trajeto, Cho alegou ter feito uma crítica cruel sobre os pais do marido. Lim não gostou e havia revelado a ela que queria o divórcio, entretanto, decidiu pular repentinamente do veículo em movimento.

Apesar de estarem apenas a 50 km/h, isso foi o suficiente para machucá-lo severamente.

Imagem: Divulgação.

Documentos revelam que Eunkyung Cho estava dirigindo a Mercedes-Benz quando tudo aconteceu. Brian Lim, que agora está “sob incapacidade autorizada” devido a seus ferimentos, processou-a por negligência, alegando que seus ferimentos não teriam sido tão sérios se ela tivesse acionado o freio assim que ele tivesse dito que iria pular.

Brian Lim levou seu caso para o Tribunal Distrital de New South Wales, aonde o juiz David Wilson chegou recentemente a um veredicto que, todavia, não foi do agrado do homem Como motorista, Eunkyung Cho tinha o dever de zelar pela vida do passageiro, porém também havia duas crianças no carro. Se ela freasse repentinamente, poderia causar danos às crianças e outros usuários da rodovia.

Imagem: Divulgação.

Também não há provas de que os ferimentos seriam menores se a velocidade fosse reduzida. Para piorar a situação para o lado dele, Lim foi considerado culpado pelo acidente e perdeu a causa.

[Oddity Central]

Comentários
Carregando...