Pular para o conteúdo
Dois homens morrem durante de briga de galos depois que galos armados os atacaram

Dois homens morrem durante de briga de galos depois que galos armados os atacaram

Dois homens foram mortos na Índia em uma reviravolta trágica e ironia do destino durante o festival Hindu Makar Sankranti, onde galos armados com facas estavam se preparando para uma brigas ilegal.

Um homem, identificado como Gande Suryapraksha Rao, foi morto enquanto amarrava lâminas aos pés de seu galo, pois o pássaro se assustou com a multidão e voou para cima em frenesi, cortando a perna de Rao. Apesar de ter sido levado às pressas para o hospital, ele foi declarado morto na chegada devido ao sangramento excessivo.

Dois homens morrem durante de briga de galos depois que galos armados os atacaram

Outro homem, identificado como K. Padmaraju, era um espectador em uma briga de galos diferente no distrito de East Godavari quando o pássaro voou no meio da multidão e cortou sua mão, o que também resultou em sangramento e morte.

A briga de galos é um esporte cruel e brutal que é ilegal na Índia, mas ainda é uma ocorrência comum em Andhra Pradesh, na costa sudeste do país, principalmente durante o festival Sankranti, que marca o dia em que o Sol faz a transição do zodíaco de Sagitário para Capricórnio.

Dois homens morrem durante de briga de galos depois que galos armados os atacaram

As pessoas vêm de longe para assistir às lutas, com uma testemunha contando ao Express que viajou 700 quilômetros para ver as lutas pessoalmente.

Apesar de a Suprema Corte da Índia ter proibido a prática em 2018, as tentativas de conter as competições brutais falharam e a polícia tem lutado para impor a proibição, já que os eventos são muito populares. Os lances para as lutas de galo podem variar de 10.000 rúpias (600 reais) a 500.000 rúpias (R$ 30 mil).