Descoberta chocante no fundo do oceano é capaz de desconstruir diversos mitos

Tudo o que poderia ter sido descoberto no fundo do oceano poderia de fato destruir vários mitos antigos – e essa descoberta chocante também é capaz de fazer isso. Parece algo sensacionalista, não é mesmo? E por incrível que pareça não é não.

Sabemos que existe a lendária Atlântida, cujos rumores se iniciaram por Platão em seus livros. Apesar de não termos encontrado nada que de fato prove isso (apenas itens suspeitos), os arqueólogos descobriram artefatos da cidade da cidade perdida de Heraklion.

 

Acredita-se que a antiga Heraklion teria sido destruída por um forte terremoto e desapareceu da face da terra em apenas uma noite. Essa é a semelhança com o mito de Atlântida, que também havia desaparecido em questão de horas. Somente agora, depois de muitos séculos, Heraklion foi definitivamente encontrada.

 

As ruínas foram escondidas sob uma camada de água e sedimentos a uma profundidade de cerca de 10 metros na Baía de Aboukir, o que é cerca de três quilômetros da costa de Alexandria. Foi quando um arqueólogo francês, Franck Godo, que já tinha o interesse em achar o local, em um de seus mergulhos viu sobre uma placa de granito negra esculpida a palavra “Heraklion” no idioma antigo.

Esculturas bem preservadas foram descobertas, com milhares de outros itens que não deixam dúvidas: esta é a lendária cidade, sobre o qual pouco se sabe atualmente, embora em escritos antigos, seja frequente a sua aparição.

 

Diodoro escreveu que Hércules, filho de Zeus, havia salvado a vida das pessoas que viviam em suas margens. Em agradecimento, os moradores construíram um templo dedicado ao herói e assim foi nomeada a cidade em homenagem a ele.

Heraklion tinha um papel muito importante, por ser uma cidade portuária. Os habitantes faziam o comércio e tinham contato com mercadores e estrangeiros para que pudessem enviar mercadorias ao Antigo Egito. O templo principal dessa cidade foi dedicado ao deus Amon.

Será que estamos a um passo de Atlântida?

 [Offigeno][Superinteressante]

Veja também: Mais do autor

Comentários

Carregando...