O dia que 1 milhão de balões causaram uma tragédia

Versão em vídeo:

Versão em texto:

Em uma ação de publicidade com apelo visual indiscutível, porém extremamente mal pensada, a empresa Treb, com sede em Los Angeles, decidiu promover seus serviços lançando 1,5 milhão de balões nos céus de Cleveland, Ohio, nos EUA.

Apesar de desperdiçar grandes quantidades de hélio para um evento momentâneo e fugaz, a ideia tinha boas intenções: A cada dois balões adquiridos, a organização do evento doava 1 dólar para a instituição de caridade United Way.

Temendo que o lançamento dos balões pudesse ser prejudicado pela chuva, os organizadores decidiram lançá-los no início de uma tarde de setembro, em 1986. Assim que os balões saíram de sua estrutura colossal de retenção, o desastre ocorreu: Os balões sofreram uma colisão inesperada, e caíram no chão, bloqueando estradas, hidrovias e causando acidentes de trânsito e atrasos em voos.

Ainda pior, os balões impediram que a Guarda Costeira alcançasse dois pescadores dados como desaparecidos naquele dia, e cuja localização havia sido descoberta recentemente. Mais tarde, as autoridades da Guarda Costeira descreveram o evento como uma tentativa de “navegar por um campo de asteroides”.

Os corpos dos pescadores foram encontrados já sem vida alguns dias mais tarde, e uma das viúvas processou a United Way e os organizadores do evento, pedindo uma indenização de 3,2 milhões.

Até hoje, a história é lembrada como uma prova de que as ações de publicidade, quando não são bem pensadas e programadas, podem trazer consequências graves e irreversíveis.

você pode gostar também
buy metformin metformin online