fbpx

Depois da Área 51, evento é criado para caçar o Monstro do Lago Ness

Apenas 24 horas depois de invadirem a Área 51, os brincalhões da internet prometeram forçar o lendário Monstro do Lago Ness a se esconder.

No momento em que esta matéria estava sendo escrita, mais de 24 mil pessoas disseram que estão “indo” para um evento organizado pelo Facebook “Storm Loch Ness, Nessie can’t hide from us all“.  Outros 48 mil usuários disseram estar “interessados”.

O encontro irônico foi inspirado no evento “Storm Area 51, They Can’t Stop All of Us“, no qual milhões disseram que iam invadir a famosa base militar norte-americana. A “invasão” está prevista para 20 de setembro e a caça ao monstro do Lago Ness está marcada para o dia seguinte – 21 de setembro.

Embora pretendido como uma piada, o evento da Área 51 – que exigia “ver alienígenas” viralizou tanto que a Força Aérea dos EUA emitiu um alerta para os participantes em potencial, explicando que o local era um “campo de treinamento aberto” e que os funcionários estavam “prontos para proteger a América e seus ativos”.

No domingo, uma instituição de caridade britânica de busca e resgate alertou que os caçadores do monstro do lago Ness também podem enfrentar problemas de segurança. A Royal National Lifeboat Institution, no Lago Ness, escreveu no Facebook que até mesmo seu bote salva-vidas “impressionante” teria dificuldades para transportar os milhares de participantes em potencial.

A entidade acrescentou que o lago tinha mais de 230 metros de profundidade e sua temperatura da água era, em média, apenas de 6 graus Celsius. O post brincou: “Sem o envolvimento do Exército dos EUA, o Lago Ness parece um pouco menos perigoso do que ocupar a Área 51, mas aqui temos nosso próprio conjunto de problemas!”

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.