O que é esse esqueleto bizarro encontrado em uma praia de São Paulo?

Na manhã de ontem (21), um casal se deparou com um achado bizarro da cidade de Ilha Comprida, no litoral do estado de São Paulo. Era um esqueleto, só que não um qualquer. Ele se parecia com uma mão humana gigante.

Intrigada, Letícia Santiago publicou as fotos e um vídeo de sua descoberta em um grupo do Facebook de moradores locais. Ela disse que, apesar do esqueleto lembrar bastante uma mão, era simplesmente impossível ser de um humano, dado as medidas anormalmente grandes.

Leticia Gomes Santiago

“Eu e meu namorado, andando pela praia, encontramos essa ‘espécie’ de mão. Não achamos que pode ser humana por conta do tamanho e quantidades de falanges… Estamos impressionados”, escreveu Letícia em post na rede social.

“Pensa um trem duro da bexiga. A parte do osso é totalmente diferente do humano. Que bicho é a gente também não sabe, se é um alienígena pior ainda”, o casal brincou em uma das publicações.

Afina, do que se trata o esqueleto?

Leticia Gomes Santiago

Brincadeiras e conspirações à parte, Carlos Amâncio, especialista em osteomontagem (a técnica de dispor os ossos de um determinado animal em sua posição e função original), disse que o achado muito provavelmente é de uma nadadeira dianteira de um grande tartaruga marinha.

“Possivelmente de uma tartaruga-verde (Chelonia mydas). De um animal adulto”, explicou, relatando que os ossos estavam bem preservados.

Leticia Gomes Santiago

Ele explica que animais mais velhos possuem estruturas ósseas mais rígidas que os jovens. Outra evidência de que se trata de um animal adulto é que os ossos parecem fusionados, contribuindo para que as estruturas permaneçam agrupadas, algo que é característicos de animais adultos.

Tartarugas-verdes são relativamente fáceis de encontrar no litoral brasileiro. Podendo pesar mais de 300 quilos, elas são consideradas uma das maiores tartarugas do planeta.

buy metformin metformin online