Pular para o conteúdo
Criança é encontrada morta concretada dentro de mesa

Criança é encontrada morta concretada dentro de mesa

Uma mãe foi presa depois que uma descoberta horrível foi feita em que o corpo de sua filha foi encontrado em concreto e usado como mesa de cabeceira.

Vanesa Alejandra Mansilla,  de 27 anos, afirmou à polícia que encontrou Milagros, de 5 anos, morta.

Mas a polícia a acusa de colocar o corpo da filha em um saco de náilon dentro de uma caixa de madeira antes de preenchê-lo com concreto, segundo relatos. Diz-se que a mãe usou o caixote como mesa de cabeceira em sua casa em San Andrés, Buenos Aires, na Argentina, por pelo menos alguns meses.

Amigos e familiares alegaram que ela favorecia seus outros dois filhos, de 7 e 3 anos, enquanto Milagros era deixada sozinha em condições insalubres.

Questionada pela polícia após encontrar o corpo, a mãe disse que estava “com medo” e não sabia o que fazer com a morte da filha.

A polícia abriu uma investigação após uma denúncia do pai da menina em 24 de outubro e o corpo da vítima foi encontrado na casa da mãe 4 dias depois.

Um porta-voz da polícia disse: “Ela usou a caixa com o corpo como mesa de cabeceira em seu quarto. Ela era uma menina que nasceu prematuramente, tinha várias condições pré-existentes e fez uma traqueostomia e uma sonda nasogástrica.

Vanesa disse que tudo aconteceu uma tarde. Segundo ela, após dar banho nos três filhos, ela foi tirar uma soneca e quando acordou foi ver a menina que já havia falecido. Ela disse que estava com o nariz escorrendo e tinha baba na boca, portanto tinha se engasgado.

O promotor Daniel Cangelosi disse: “Até o momento, não há registro de denúncias anteriores de violência”.

Mistérios do Mundo

De acordo com familiares preocupados, a última vez que viram Milagros com vida foi em 30 de julho, no aniversário de um de seus irmãos.

Os outros dois filhos foram colocados temporariamente sob os cuidados de sua avó materna. As autoridades aguardam ainda os resultados da autópsia e da análise do colchão da cama, que foi encontrado com marcas de sangue.

A mãe está atualmente sob custódia da polícia enquanto a investigação continua.