Notícias e artigos sobre ciência, incluindo espaço, biologia, arqueologia, e muito mais.

Conheça os 10 lugares menos visitados do mundo inteiro

Nem todas as nações podem ser uma França ou uma Espanha, mas você já se perguntou quais locais recebem o menor número de visitantes? Dê uma olhada nessas áreas menos visitadas do mundo a seguir (excluindo as nações devastadas pela guerra como a Síria e o Afeganistão, é claro).

Seria você um dos poucos viajantes que visitou um desses lugares?

10 – Ásia – Bangladesh: 125.000 visitantes ao ano

Um dos lugares mais densamente povoados do mundo (porém menos visitados), Bangladesh tornou-se uma nação em 1971.O local sofre de pobreza profunda, mas o turismo de pequena escala existe sob a forma de trekking e visitas às plantações para chá. É também o lar do Centro de Patrimônios Mundiais da Unesco e o Mosteiro Budista Vihara em Paharpur.

9 – Europa – Moldávia: 121.000 visitantes ao ano

A Moldávia recebeu 121 mil visitantes em 2016, tornando-se a terceira nação menos visitada da Europa. Esta antiga República soviética se encontra entre a Romênia e a Ucrânia, com fortalezas medievais, fortes romanos e o Orheuil Vechi, um sítio arqueológico com escavações que exibem edifícios que datam da era Paleolítica.

8 – Europa – Liechtenstein: 69.000 visitantes ao ano

O segundo país menos visitado da Europa, com 69.000 visitantes em 2016, de acordo com a Organização Mundial de Turismo das Nações Unidas (OMT), é Liechtenstein. Esse país alemão entre a Áustria e a Suíça possui um cenário surpreendente com montanhas e é perfeito para para caminhadas, mountain bike e esportes de inverno, além de possuir o castelo de Vaduz, uma fortaleza do século 12.

7 – Ásia – Timor-Leste: 66.000 visitantes ao ano

Timor-Leste é a nação menos visitada da Ásia. A metade oriental da ilha de Timor é cercada por recifes de corais, enquanto o interior é coberto florestas montanhosas primitivas, tornando-se um terreno privilegiado para mergulhadores e trekkers aventureiros. Também tem uma riqueza de edifícios coloniais da era portuguesa e as cavernas de Ile Kere Kere, com pinturas fascinantes que datam de mais de 13.000 anos.

6 – Europa – São Marino: 60.000 visitantes ao ano

São Marino, a nação menos visitada da Europa, recebeu apenas 60 mil visitantes em 2016. Com um centro histórico que remonta ao século 13, com torres de fortificação, paredes, portões e bastiões, bem como basílicas e praças neoclássicas do século XIX, São Marino foi nomeado Patrimônio Mundial da Unesco em 2008, juntamente com o Monte Titano, situado em seus limites.

5 – África – Comores: 24.000 visitantes ao ano

Este conjunto de ilhas perto de Madagascar e o litoral de Moçambique possui uma paisagem majestosa e vulcânica, alguns dos melhores recifes de corais do mundo para mergulhadores e é o lar de florestas com lêmures e morcegos. As línguas incluem Comoran – relacionadas ao Swahili – francês e árabe.

4 – Caribe – Montserrat: 9000 visitantes ao ano

Montserrat é a ilha menos visitada do Caribe. Este território ultramarino britânico provavelmente é mais conhecido pelo ativo vulcão Soufriere Hills, que atingiu Plymouth, a antiga capital da ilha, deixando-a em cinzas quando entrou em erupção na década de 1990. Agora, o apelo da ilha reside em snorkeling, mergulho e na vida em pequenas cidades.

3 – África – São Tomé e Príncipe: 8000 visitantes ao ano

São Tomé e Príncipe, o país menos visitado da África, é uma nação de duas ilhas, a 225 km do Gabão, rica em petróleo e cacau, mas as visitas de turistas são praticamente inexistentes. No entanto, a arquitetura da era colonial portuguesa torna a cidade de São Tomé atrativa e outras atividades incluem mergulho, pesca e observação de baleias-jubarte e golfinhos entre julho e outubro.

2 – Oceania – Kiribati: 4000 visitantes ao ano

Esta nação é composta por 33 atóis de coral que se estendem ao longo do equador. As batalhas da Segunda Guerra Mundial foram travadas ao longo das margens de sua capital, a Tarawa do Sul – mas hoje o que chama atenção é a pesca, mergulho e ilhas privadas.

1 – Oceania – Tuvalu: 2000 visitantes ao ano

Este estado do Pacífico Sul, o menos visitado na Terra, não tem forças armadas, poucos crimes e não há partidos políticos com políticas baseadas em lealdades pessoais, familiares e ilhas. A maioria das pessoas provavelmente não tinha ouvido falar desse local antes do Duque e da Duquesa de Cambridge o ter visitado há alguns anos.

Curioso, não é mesmo?

[Traveller]

Comentários
Carregando...