Conheça o Cicada 3301, uma das histórias mais misteriosas da Deep Web

Você certamente já ouviu falar sobre a DeepWeb, e sobre os vários mistérios que permeiam esta camada obscura da Internet. Mas hoje, não vamos falar dos crimes e das atividades ilegais realizadas por lá, e sim de um dos mistérios mais curiosos envolvendo a DeepWeb que já chegaram até o que conhecemos como ‘surface’ – a área da Internet que eu e você estamos acessando neste momento.

A ‘Cicada 3301’, como ficou conhecida, foi (ou é) um conjunto de enigmas publicado inicialmente em janeiro de 2012, no fórum do 4Chan. Para quem não sabe, apesar do 4Chan estar localizado na Internet acessível para todos, é lá o berço de algumas atividades, digamos, obscuras. O fórum já foi o ponto de partida, por exemplo, para alguns hackers do grupo Anonymous.

A postagem que deu início a todo este mistério foi feita por um usuário que se identificava apenas pelo número ‘3301’, e continha um enigma. A ideia por trás da “brincadeira”, segundo o autor do post, era reunir pessoas com intelecto avançado. Não se sabe, no entanto, para qual atividade estas pessoas estavam sendo reunidas. De qualquer forma, como este é o tipo de publicação que grande parte dos usuários do 4Chan adoram, o enigma foi um sucesso, e vários usuários passaram a tentar desvendá-lo.

A charada consistia, inicialmente, em tentar encontrar uma imagem que supostamente estava escondida dentro do próprio post, com letras brancas sobre fundo preto. A questão é que, decifrando este enigma, você estava apenas começando. A resposta do primeiro enigma era apenas uma dica para os próximos.

Ao perceberem isso, os usuários que estavam tentando entender o que havia por trás da publicação passaram a se reunir virtualmente para decodificar as charadas, que cada vez ficavam mais complicadas e complexas. Grande parte das respostas eram alcançadas a partir de deduções e raciocínios aos quais pouquíssimas pessoas conseguiam chegar. As pistas encontradas pelos usuários levavam quase sempre a outros sites da Internet, sempre repletos de expressões científicas, cálculos matemáticos, áudios com músicas e até mesmo trechos de livros misteriosos. A autenticidade dos enigmas era comprovada por meio de códigos criptografados, sendo que um desses códigos acabou revelando o que ficou conhecido como nome do grupo por trás da “brincadeira”: Cicada 3301.

O termo ‘Cicada’ representa o nome científico das cigarras. De acordo com algumas teorias, o animal teria sido escolhido pelos idealizadores dos enigmas por conta da sua capacidade de camuflagem.

Com o passar do tempo, os enigmas tornaram-se extremamente populares na Internet, chegando inclusive ao conhecimento de curiosos de fora do 4Chan. A partir daí, como não poderia ser diferente, começaram a surgir as teorias conspiratórias. Algumas pessoas começaram a sugerir que o jogo tratava-se, na verdade, de algum tipo de emboscada virtual, planejado por cibercriminosos ou terroristas. Por outro lado, alguns diziam que talvez o governo de algum país estivesse trabalhando em projeto secreto de captação de gênios.

Eventualmente, os participantes do Cicada 3301 acabaram tendo que sair do ambiente virtual. Os responsáveis pelo enigma esconderam imagens de cigarras em diversos postes ao redor do mundo, com QR Code’s, que quando lidos pelo celular levavam a novas etapas do jogo. No fim das contas, os enigmas levaram os seguidores do Cicada a um site na Deep Web.

Os primeiros usuários a chegar nesta etapa, e sair da ‘surface web’, sumiram dos fóruns originais (como o 4Chan) sem nenhuma explicação. Além disso, os participantes que alcançavam esta etapa depois deles eram barrados pelos idealizadores, já que teoricamente poderiam ter recebido informações dos primeiros a chegar lá.

Curiosamente, alguns devem lembrar, o estudante acreano Bruno Borges desapareceu em março de 2017, virando notícia nacional por deixar cartazes misteriosos e indecifráveis no seu quarto. Entre os cartazes, estava um painel com a cigarra que identifica o grupo Cicada 3301.

Dois anos antes, em 2015, dois supostos solucionadores dos enigmas conversaram de forma anônima com a revista Rolling Stone. De acordo com eles, a ideia por trás do Cicada 3301 era selecionar equipes formadas por pessoas superdotadas, com o intuito de desenvolver projetos de anonimato e privacidade online. O que não se sabe, no entanto, é quem estava por trás da ideia.

A primeira “ninhada” do jogo, como ficaram conhecidos os primeiros a solucionar os enigmas, chegou a colaborar durante um ano com o desenvolvimento de um software de privacidade e criptografia. No entanto, o Cicada 3301 acabou desativando suas atividades por falta de interesse do público.

Até hoje, ninguém sabe quem esteve por trás desta “brincadeira” virtual, que envolveu pessoas do mundo inteiro em um objetivo que, cá entre nós, ainda gera mais dúvidas do que respostas.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.