Conheça a verdadeira história por trás do conto de ‘João e Maria’

Não importa qual é a sua idade, em algum momento da sua infância certamente seus pais lhe contaram a história de João e Maria. Mas o que talvez você não saiba é que o conto que chega até nossas crianças hoje em dia já é bem diferente da história original.

A história de João e Maria é uma das mais famosas do mundo, e já foi traduzida para mais de 160 idiomas desde que foi publicada pela primeira vez, em 1812, pelos Irmãos Grimm. Praticamente todo mundo já ouviu falar sobre este conto, mas caso você não o conheça, aí vai um pequeno resumo. A história começa com dois irmãos sendo abandonados em uma floresta por seus pais, que praticamente não têm o que comer em casa. João e Maria então conseguem voltar para casa seguindo uma trilha de pedras deixada por Maria enquanto estavam caminhando.

Wikimedia Commons

Porém, ao chegarem em casa, sua madrasta convence o pai da família a abandoná-los mais uma vez. Neste segundo momento, Maria tenta novamente deixar uma trilha enquanto caminha, mas decide usar migalhas de pão. No entanto, quando os dois irmãos tentam usar a trilha para voltar para casa, eles percebem que os pássaros haviam comido os pedaços de pão deixados por Maria. Os dois, então, percebem que estão totalmente perdidos na floresta.

Caminhando sem rumo, os irmãos acabam encontrando uma casa totalmente feita de doces. Famintos, eles começam a devorar a casa, sem perceber que, na verdade, trata-se de uma armadilha feita por uma bruxa (ou um ogro, em algumas versões). Eventualmente, o monstro acaba prendendo João e obrigando Maria a alimentá-lo até que ele fique muito gordo, para que possa ser comido pela bruxa.

Wikimedia Commons

Os dois conseguem escapar quando Maria dá um jeito de jogar a bruxa dentro de um forno. Livres do monstro, os irmãos voltam para casa levando toda a comida encontrada. Chegando lá, percebem que a madrasta não está mais em casa, e provavelmente está morta. Assim, vivem felizes para sempre.

A história que você conhece provavelmente é essa, com uma ou outra alteração. No entanto, a versão original é um pouco mais macabra.

Wikimedia Commons

A verdadeira história de João e Maria, ao contrário do que alguns podem imaginar, não surge com os Irmãos Grimm, e sim a um grupo de contos escritos durante a Grande Fome de 1315-1371. Naquela época, a Europa enfrentou uma terrível crise por conta da atividade vulcânica no sudeste da Ásia, que provocou quedas drásticas nas colheitas. Alguns estudiosos acreditam que esta crise global pode ter afetado 30 milhões de pessoas, matando cerca de 25% da população de algumas regiões.

A situação era tão feia que, segundo alguns registros históricos, os mais velhos voluntariamente passavam fome para que os mais jovens pudessem ter algo para comer. Outras famílias matavam seus próprios filhos, ou abandonavam eles para que não precisassem se preocupar com mais bocas para alimentar. Há também vários registros de canibalismo remontando àquela época. E foi justamente deste período de caos e desespero que surgiu a história de João e Maria.

Vários contos da época possuem semelhanças à história mais recente, como o intitulado ‘Nennillo e Nennella’, escrito pelo italiano Giambattista Basile, no século XVII. Nesta história, uma madrasta cruel força seu marido a abandonar os dois filhos na floresta. O pai tenta ajudar as crianças, deixando um rastro de aveia, porém um burro acabou comendo a trilha.

No entanto, a versão mais macabra e assustadora é a que era contada na Romênia. No conto intitulado “O menino e a madrasta má”, duas crianças são abandonadas em uma floresta e voltam para casa seguindo um rastro de cinzas. Porém, ao chegarem lá, a madrasta mata o menino sem o pai saber, e obriga a menina a preparar um jantar com o cadáver do irmão. Horrorizada, a garota obedece, mas esconde o coração do menino dentro de uma árvore. Sem saber de absolutamente nada, o pai come a refeição feita pela filha, enquanto ela se recusa a participar. Após a refeição, a menina pega os ossos do irmão e os coloca dentro da árvore, junto ao coração.

No dia seguinte, um pássaro surge na casa, cantando: “Cuco! Minha irmã me cozinhou e meu pai me comeu, mas agora eu sou um pássaro e estou a salvo de minha madrasta”. Apavorada, a madrasta joga uma pedra no animal, porém ela cai em sua cabeça, matando-a instantaneamente.

Essas histórias foram passando de geração em geração, até que fossem reescritas pelos Irmãos Grimm, e transformadas na versão que conhecemos hoje em dia. Ao longo do tempo, o conto de João e Maria já ganhou várias reedições e alterações, cada vez com novas nuances que oferecem ao enredo uma nova abordagem. Em 2020, o diretor Oz Perkins deu um ar muito mais sombrio e aterrorizante à famosa história infantil no filme ‘Maria e João: O Conto das Bruxas’, cujo trailer você confere logo abaixo:


Com informações do All That’s Interesting.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.