Conheça a triste história da versão original de ‘Chapeuzinho Vermelho’

A história da Chapeuzinho Vermelho está certamente entre as histórias infantis mais conhecidas no mundo inteiro, mas talvez você tenha ouvido uma versão “clean”, mais leve, durante toda a sua vida.

Mesmo na versão popularizada, não podemos dizer que a história não é um tanto macabra. Uma garota tenta atravessar a floresta sozinha para levar doces para a sua avó, quando é parada por um lobo. O animal, então, descobre para onde a garota está indo, come a avó, engana a garota e a devora também. E como não poderia faltar um final feliz, no fim da história o lobo é morto por um destemido caçador que dá um fim ao cruel animal e retira as duas (sãs e salvas) de dentro do seu estômago.

Mas essa está longe de ser a história original.

A maioria dos historiadores concordam que o conto da Chapeuzinho Vermelho apareceu pela primeira vez em um livro do autor Charles Perrault, em 1697. Naquela época, tratava-se de um conto assustador, com desenhos de cenas fortes, e todo o seu enredo se passava nos Alpes. Mais de cem anos depois, em 1812, os famosos irmãos Grimm fizeram algumas modificações na história para que ela pudesse ser contada para o público infantil.

Wikicommons

A história original e a popularizada pelos irmãos Grimm mantém algumas semelhanças. Nas duas versões, a garota está apenas entrando na vida adulta, o que é representado pelo vermelho da capa, simbolizando a primeira menstruação. A história de que sua mãe havia pedido para que ela não falasse com ninguém também aparece nas duas versões, mas tudo começa a mudar a partir do momento em que o Lobo chega na casa da avó da menina.

O conto que você ouviu quando era criança, que foi adaptado pelos irmãos Grimm, conta que o lobo chega na casa da avó, a devora e veste sua roupa para tentar enganar a neta. No entanto, na história original, o lobo mata a avó e despedaça o seu corpo, colocando-o em um prato e servindo-o junto com uma garrafa de vinho (que na verdade está cheia do sangue da velhinha). Quando a menina chega em casa, de acordo com a história original, o lobo oferece o jantar para a menina, que começa a comer a carne e o sangue da própria avó. Nessa versão, o lobo debocha do fato de que a menina teria cometido um dos piores pecados possíveis, o canibalismo, e termina matando a garota sem que nenhum caçador pudesse salvá-la.

Há várias formas de interpretar a história da Chapeuzinho Vermelho, mas a interpretação mais aceita é a de que a personagem da Chapeuzinho representa a ingenuidade daquelas garotas que estão saindo da infância para a vida adulta, muitas vezes rejeitando os conselhos dos pais e embarcando em aventuras que podem acabar custando caro. A imagem do lobo, por sua vez, seria a encarnação do mal e da violência, ao mesmo tempo em que representa o mundo sexual.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.