A terrível e triste história das siamesas Violet e Daisy

O mundo não era um lugar justo e confortável para quem sofria com qualquer tipo de deficiência no começo dos anos 1900. E as irmãs Violet e Daisy Hilton provaram isso na própria pele.

Em fevereiro de 1908, Violet e Daisy nasceram com uma condição extremamente rara. Elas vieram ao mundo como gêmeas siamesas, unidas pela pélvis, porém sem dividir nenhum órgão vital. Para a sociedade da época, elas eram vistas como aberrações, e justamente por isso a mãe das garotas, Kate Skinner, decidiu vender suas filhas para a sua patroa, Mary Hilton. Humilde e solteira, Mary pensou que não teria como lidar com a condição das meninas.

Wikipedia

Para Hilton, no entanto, Violet e Daisy se transformaram em uma espécie de galinha dos ovos de ouro. Desde pequena, a mulher obrigou as duas a se apresentarem nos chamados “freak shows”, onde pessoas pagavam para ver de perto aquilo que consideravam ser algo morbidamente “curioso”. Para tanto, Hilton mantinhas as duas em cativeiro, e nãos as deixava sair para praticamente nada. Nas apresentações, as irmãs não chamavam atenção apenas por conta da condição congênita, mas também pela beleza das duas, que atraía muitas pessoas para os espetáculos.

Quando as gêmeas tinham 17 anos de idade, elas se mudaram junto com Mary para os Estados Unidos, onde passaram a ser ainda mais exploradas. Mesmo após a morte da mãe adotiva, a outra filha Hilton, Edith, manteve o regime de cativeiro para as irmãs.

No entanto, a vontade de Violet e Daisy de escapar dos abusos foi maior do que tudo. Durante uma aula de saxofone, que elas eram obrigadas a participar, elas simularam um problema de saúde, com o qual puderam escapar e procurar um advogado a quem contar sua história e denunciar os abusos que sofriam. Aos 23 anos, depois de entrarem na justiça com a ajuda do advogado, as irmãos conseguiram a liberdade.

Livres, passaram a organizar seus próprios espetáculos, sem depender da família adotiva. Durante os anos 1930, as duas fizeram bastante sucesso nos Estados Unidos, e chegaram a ganhar algo em torno de 5 mil dólares por semana, o que na época era uma quantia bem significativa.

O sucesso, no entanto, começou a decair a partir do momento que Daisy decidiu se casar com o bailarino Buddy Sawyer. O matrimônio não durou mais de 10 dias, e gerou uma série de situações embaraçosas para as duas. Durante os anos 1940, as irmãs Hilton tentaram abrir uma lanchonete, que também acabou por falir alguns anos depois. Dez anos mais tarde, em 1950, as duas protagonizaram um filme chamado “Encadeadas pela Vida”, que foi um fracasso nas bilheterias, e não agradou a maior parte da crítica.

WikiCommons

Já sem dinheiro e com o sucesso tendo ido por água abaixo, começaram a trabalhar em uma loja na Carolina do Norte, onde ficaram até o fim de suas vidas. Em 4 de janeiro de 1969, foram encontradas mortas em casa, por conta de uma forte gripe que acometeu o organismo das duas.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.