Conheça a história do homem que passou 382 dias sem comer nada sólido

Em busca de um corpo mais em forma, seja por questões de saúde ou por conta da auto-estima, muitas pessoas recorrem a métodos e técnicas extremas para tentar emagrecer. Porém, em 1965, um escocês chamado Angus Barbieri deu início ao maior jejum do mundo, registrado pelo Guinness Book. Angus passou 382 dias sem ingerir nenhum tipo de alimento sólido, se alimentando apenas de líquidos e suplementos.

No ano de 1965, o escocês deu entrada em um hospital pesando 205kg, em uma situação de grave sobrepeso. Aos médicos, ele mesmo disse que planejava parar de comer por um tempo, para tentar perder peso. Vale ressaltar que, à época, os métodos de tratamento para a obesidade não eram tão desenvolvidos. Obviamente, ele não planejava ficar tanto tempo assim sem comer… Essa ideia acabou vindo com o tempo.

Shutterstock

Logo depois de iniciar o seu jejum, que não deveria passar de alguns dias, Angus percebeu que não estava enfrentando grandes dificuldades para ficar sem comer, e por isso decidiu que iria prolongar o período. Após o 40º dia, o rapaz fora desencorajado a continuar com a medida radical, porém decidiu mantê-la por conta própria. Com isso, ele passou mais de um ano ingerindo apenas suplementos de vitamina C, pílulas de potássio e leveduras. Mais próximo ao fim do jejum, Angus permitiu-se ingerir leite com açúcar em alguns dias. Além disso, durante todo o período, ele tomava água mineral, chás e café. A restrição atingia apenas alimentos sólidos. Como era de se esperar de alguém com uma dieta privada de alimentos sólidos, Angus Barbieri precisava atender aos “chamados da natureza” uma vez a cada 35 dias, aproximadamente.

Eventualmente, mesmo sem alimentar-se adequadamente, foi permitido a Angus que ele voltasse para casa. Passando a maior parte do tempo sem sair para a rua, o rapaz não teve grandes efeitos negativos em sua vida por conta do jejum, exceto o fato de que teve de abrir mão de trabalhar no restaurante do pai, para evitar estar em contato direto com a comida – o que seria uma tortura para qualquer um em sua situação, convenhamos. Apesar de toda sua determinação, ele sentia que não conseguiria manter com a restrição alimentar ser permanecesse no restaurante.

O jejum finalmente acabou em 11 de julho de 1966, quando Angus Barbieri estava pesando cerca de 80kg, completando uma redução incrível de aproximadamente 125kg. Caso você esteja se perguntando, a primeira refeição do escocês após mais de um ano sem comer absolutamente nada foi formada por um ovo cozido, um pedaço de pão com manteiga e uma xícara de café. Um belo café da manhã para quem não ingeria nada sólido há 382 dias, o que rendeu ao homem um lugar no Guinness Book.

Shutterstock

É de suma importância ressaltar que mesmo os médicos tem dificuldade em explicar como Angus conseguiu passar por tanto tempo sem ingerir nada sólido sem apresentar problemas graves de saúde, e de maneira alguma é recomendado tentar reproduzir este tipo de hábito alimentar. Em caso de sobrepeso, o mais adequado é sempre buscar a ajuda de um especialista que possa analisar o seu caso especificamente e lhe oferecer uma rotina de exercícios, bem como um planejamento alimentar.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.