Cientistas revelam o único animal com probabilidade de sobreviver ao fim do mundo

por Lucas Rabello
1 comentário 760 visualizações

Cientistas acreditam que existe uma criatura que sobreviverá ao fim do mundo, e spoiler: não somos nós. Claro, nós sobrevivemos a desastres naturais como erupções vulcânicas, terremotos, enchentes e tornados, mas quando se trata de sobrevivência definitiva, não estamos preparados. Vamos encarar a realidade, não conseguimos lidar com enchentes – você realmente acha que lidaríamos com o apocalipse?

Pesquisadores da Universidade de Oxford e da Universidade de Harvard identificaram a criatura mais resiliente da Terra. Eles ignoraram ameaças comuns como desmatamento, incêndios florestais ou guerra nuclear, e foram direto para os grandes desafios: supernovas, explosões de raios gama, impactos de asteroides massivos e até estrelas errantes. O objetivo era descobrir qual forma de vida poderia sobreviver a eventos que esterilizariam completamente um planeta semelhante à Terra.

Apresentando o tardígrado, o herói desconhecido da sobrevivência. Nunca ouviu falar dele? Sem problemas – ele não é exatamente um bichinho de estimação. Também conhecido como ‘ursos d’água’ ou ‘porquinhos-de-musgo’, essas criaturas quase microscópicas têm cabeças achatadas, oito pernas e corpos rechonchudos, um tanto adoráveis. Mas não se deixe enganar pela fofura – esses pequenos guerreiros são duros na queda.

tardígrado

O Dr. David Sloan, coautor do estudo, revelou: “Para nossa surpresa, descobrimos que, embora supernovas próximas ou grandes impactos de asteroides seriam catastróficos para as pessoas e 99,9% da vida animal, os tardígrados poderiam permanecer inalterados. Portanto, parece que a vida, uma vez que começa, é difícil de ser completamente erradicada. Um grande número de espécies, ou até mesmo gêneros inteiros, pode se extinguir, mas a vida como um todo continuará.”

Então, como esses pequenos poderosos conseguem sobreviver quando tudo o mais sucumbe? Eles entram em um estado de hibernação chamado criptobiose. Durante esse processo, eles expulsam mais de 95% da água de seus corpos, transformando-se efetivamente em pequenas cascas invencíveis. Eles podem suportar temperaturas tão baixas quanto -273°C e tão altas quanto 150°C, pressão extrema e forte radiação.

Considerando seu impressionante currículo, fica claro que os tardígrados são os campeões da sobrevivência. Eles não reclamam, não precisam de tratamento especial e podem prosperar em condições que nos aniquilariam. Se há uma criatura que estará por aí para ver o fim do mundo, é o tardígrado. Então, vamos aplaudir o sobrevivente definitivo – o indestrutível e imperturbável tardígrado.

Inscreva-se no canal Mistérios do Mundo no YouTube

1 comentário

Valéria Marques 20 de maio de 2024 - 21:49

Imagino o Sérgio Chapelin dizendo: “Quem são os seres que sobreviveriam ao fim do mundo? O Globo Repórter de hoje investiga a vida dos tardígrados. Como vivem? Onde comem? O que fazem?” 😂

Responder

Deixar um comentário

* Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e tratamento de seus dados por este site.

Mistérios do Mundo 2024 © Todos os direitos reservados