Cientistas desenterram líquido misterioso de 2 mil anos na China

Uma espécie de vaso de bronze com o formato de um cisne foi descoberto na China e, de acordo com os arqueólogos responsáveis pelo achado, há cerca de 3 litros de um líquido misterioso dentro dele.

Foto: Reprodução

A descoberta foi anunciada no dia 21 de maio, quando os pesquisadores do Instituto de Arqueologia Sanmenxia, ​​na província de Henan, na China Central, haviam encontrado um túmulo intacto na região.

Posteriormente o vaso se revelou dentro da tumba, junto com outros artefatos funerários.

Foto: Reprodução

Especialistas de diversas partes da China se dirigiram ao local para ver do que se tratava o líquido acastanhado que estava ali dentro e, embora o público em geral especule que seja uma espécie de álcool, o pesquisador Yan Fei – responsável por convidar os outros especialistas – relata que o conteúdo do vaso ainda está em análise.

Foto: Reprodução

Segundo Yan, o vaso de bronze com formato de um cisne é um achado raro “É a primeira vez que encontramos um item como esse, nessa área, o que revela a habilidade das civilizações primitivas chinesas na criação de peças de bronze”.

Foto: Reprodução

A tumba onde foi desenterrada data do período caótico e devastado pelas guerras que se sucederam: entre o final da dinastia Qin (221 a 207 a.C.) e a dinastia Han inicial (206 a.C. a 220 d.C.).

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Acredita-se que a tumba em si pertencia a algum funcionário de baixa classe social, dada as circunstâncias e tipo de materiais encontrados em seu interior.

Foto: Reprodução

Apesar o achado ser muito importante para a arqueologia, a tumba não foi encontrada por uma expedição prévia: ela foi achada por acaso por trabalhadores que realizavam um trabalho de desenvolvimento urbano na área.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.