Cheirar secreções de sapos apenas uma vez faz uma pessoa se sentir feliz por um mês, estudo sugere

Nos últimos anos, surgiram evidências de que vários psicodélicos parecem aliviar os sintomas da depressão. Agora, os cientistas testaram um novo composto – e os primeiros testes indicam que ele também tem potencial.

Como em muitos outros psicodélicos, este também vem da natureza. Especificamente, estamos falando de 5-metoxi-N, N-dimetiltriptamina (5-MeO-DMT), secretada pelo sapo do rio Colorado (Incilius alvarius).

Entre um pequeno grupo de pessoas, pesquisadores liderados pela Universidade de Maastricht, na Holanda, descobriram que a inalação de secreções de sapos (em pó) resultou em maior satisfação com a vida, melhor atenção e diminuição dos sintomas psicopatológicos durante as quatro semanas de duração do estudo.

Segundo a equipe, este resultado mostra que são necessárias mais pesquisas sobre os possíveis efeitos benéficos do 5-MeO-DMT.

“Uma pesquisa recente entre usuários de 5-MeO-DMT indicou que a maioria dos entrevistados usava o 5-MeO-DMT para exploração espiritual e relatou experiências místicas de intensidade moderada a alta”, os pesquisadores escreveram em seus trabalhos.

“Curiosamente, os entrevistados que relataram um distúrbio psiquiátrico mencionaram que o 5-MeO-DMT os ajudou a reduzir seus sintomas de ansiedade, depressão e estresse pós-traumático, ou a lidar efetivamente com alcoolismo e abuso de drogas”.

Os usuários, observaram os pesquisadores, relataram que o sapo produz um efeito psicodélico mais intenso do que os psicodélicos à base de plantas ou fungos. Isso inclui substâncias como LSD (do fungo ergot), mescalina (do cacto peiote), psilocibina (de cogumelos) e ayahuasca (de uma videira).

Para investigar esse efeito mais forte, a equipe decidiu realizar um estudo observacional das propriedades antidepressivas em potencial que o sapo psicodélico pode ter.

Quarenta e dois participantes de todo o mundo fizeram testes antes de inalar pó feito a partir das secreções do sapo e, em seguida, fizeram os testes novamente dentro de 24 horas após a inalação.

Então, 24 desses participantes completaram uma rodada final de testes quatro semanas depois. Desses 24, a maioria relatou sentir-se melhor em relação à vida, mais atenta e menos deprimida, ansiosa e estressada mesmo quatro semanas após a dose única. E quanto mais forte sua experiência psicodélica, mais pronunciados foram os efeitos prolongados.

É importante notar que isso não é necessariamente indicativo de toda a gama de experiências, disseram os pesquisadores, uma vez que quase metade dos participantes que completaram a pesquisa de 24 horas não retornaram para os testes finais.

“Suas razões para não concluir as avaliações são desconhecidas, mas potencialmente podem ser motivadas por decepções que surgiram com a experiência”, eles escrevem em seu artigo.

“A maioria dos participantes listou ‘entender a mim mesmo’ ou ‘resolver problemas’ como motivação para assistir às sessões. Outras motivações incluíam autodesenvolvimento, busca por uma experiência espiritual ou cura e curiosidade espirituais.

“Não se sabe se a experiência de cheirar a secreção dos sapos contendo 5-MeO-DMT atendeu às expectativas e motivações de todos os participantes”.

Também é possível fazer uma “viagem ruim” com o 5-MeO-DMT, levando a sentimentos de aumento de ansiedade e paranóia, observaram os pesquisadores. Portanto, é possível que os participantes que não retornaram tenham tido uma experiência ruim.

Assim, se apenas as pessoas que tiveram uma boa experiência concluíram as avaliações, isso poderia ter introduzido um viés de seleção nos resultados, uma vez que não havia grupo de controle.

Os pesquisadores enfatizam que o estudo foi realizado para determinar se vale a pena buscar mais pesquisas sobre os potenciais benefícios terapêuticos do 5-MeO-DMT.

“Este estudo sugere que uma única administração de 5-MeO-DMT produz melhorias rápidas e persistentes na satisfação com a vida, atenção plena e sintomas psicopatológicos, e que essas alterações estão associadas à força da experiência psicodélica”, pesquisadores escreveram. “Esses resultados fornecem evidências que apóiam pesquisas adicionais que examinam o potencial efeito terapêutico do 5-MeO-DMT”.

A pesquisa foi publicada na revista Psychopharmacology.

você pode gostar também
1 comentário
  1. lidia Diz

    quero me alistar aos voluntarios sobre o estudo do pó de sapo

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.