Pular para o conteúdo
ex-Miss Universo se manifesta contra roupas femininas 'extragrandes'

“Elas precisam comer menos”: ex-Miss Universo se manifesta contra roupas femininas ‘extragrandes’

“Se elas acham que precisam de mais tamanhos, acho que o que elas precisam é comer menos. Digo com todo o meu amor, faça jejum intermitente, alguma coisa”, disse a empresária de 57 anos.

Cecilia Bolocco é uma apresentadora de TV e empresária chilena que foi coroada Miss Universo em 1987 , quando tinha apenas 22 anos, devido à sua incrível beleza e habilidades que demonstrou na competição.

Algum tempo depois, e graças aos seus estudos como designer de moda , criou uma linha de roupa chamada “Apology”, que é “Uma coleção pensada para te fazer sentir confortável e relaxada, voltando ao essencial” , segundo a ex-modelo.

Cecilia Bolocco

“Cresci entre mulheres e tive a sorte de aprender a valorizá-las. Respeitar as mulheres” , acrescentou na época.

Mas parece que ela se afastou desse “respeito”, já que recentemente causou uma grande polêmica devido a certas declarações que deu durante uma live no Instagram. Bolocco mostrava a nova coleção de sua marca, quando uma seguidora lhe disse que precisava de tamanhos XXL para mulheres de diferentes corpos.

Cecilia Bolocco

Instagram @ceciliabolocco

“Essa (blusa) vai até o extra grande. Então não sei, se elas querem maior que o extra grande, se elas acham que precisam de mais tamanhos, acho que o que elas precisam é comer menos, né?”, assegurou.

“Eu digo com todo o meu amor, faça jejum intermitente, alguma coisa” , disse ela.

O fato irritou profundamente seus seguidores, que lhe deixaram mensagens como: “Não pode ser que com o alcance e influência que ela tem, ela não esteja CIENTE do prejuízo que causa aos seus telespectadores ao fazer comentários salutistas e gordofóbicos. Dona Cecília, entenda nem o peso nem o corpo indica saúde”.

“Não se sabe as batalhas que cada pessoa vive em suas vidas e não podemos basear a felicidade em como é um corpo, existe um mundo em cada um deles que não fazemos ideia e que temos que ajudar e acompanhar para que elas brilham na própria pele ” , acrescentou outra pessoa.