Início » Notícias » Casal iraniano é condenado a 10 anos de prisão após se filmarem dançando no YouTube

Casal iraniano é condenado a 10 anos de prisão após se filmarem dançando no YouTube

Lucas R.

Publicado em

Casal iraniano é condenado a 10 anos de prisão após se filmarem dançando no YouTube
Um casal foi condenado a uma década atrás das grades depois de serem filmados dançando juntos.

Astiyazh Haghighi, 21, e Amir Mohammad Ahmadi, 22, dois jovens iranianos, foram condenados a dez anos e meio de prisão cada um por “incentivar a corrupção”.

Isso aconteceu depois que eles filmaram e enviaram vídeos de si mesmos dançando na Praça Azadi de Teerã. O local, conhecido também como Praça Shahyad, é um dos principais locais de protestos antigovernamentais no Irã e foi ocupada por iranianos pró-governo como uma homenagem à Revolução Iraniana de 1979.

O tribunal acusou o casal de “incentivar a corrupção, assembléia, e conluio com a intenção de perturbar a segurança nacional e espalhar propaganda contra a República Islâmica.”

Casal iraniano é condenado a 10 anos de prisão após se filmarem dançando no YouTube

Tanto Haghighi quanto Ahmadi são criadores de conteúdo em mídia social que têm muitos seguidores no Instagram, com quase um milhão de seguidores cada. Ambos produziam conteúdo em tempo integral e foram proibidos de qualquer outra atividade online, bem como de deixar o país por dois anos após cumprirem a sentença.

A notícia provocou uma reação nas mídias sociais, com alguns expressando respeito pela soberania, leis, costumes e cultura do país, enquanto outros consideram a situação “desoladora” e “insana”. Um usuário escreveu: “Seu país. Suas leis. Seus costumes. Sua cultura. Assim como nós, nos EUA, esperamos respeito por nossa soberania, costumes e cultura, devemos respeitar outros países e sua soberania, costumes e cultura.”

Por outro lado, um segundo usuário comentou: “De partir o coração para esses dois jovens e suas famílias”. Outro chamou a decisão do tribunal de “resultado triste” e acrescentou: “Sinto muito por esses dois jovens. Eles não estão fazendo nada de errado pelos padrões da sociedade moderna”.

https://www.youaatube.com/watch?v=cAxTO7M0RLw

O caso destaca as limitações da liberdade de expressão no Irã e as restrições impostas aos cidadãos do país. A decisão do tribunal de acusar o casal de “incentivar a corrupção” e “perturbar a segurança nacional e espalhar propaganda” parece ser uma tentativa de conter a dissidência e silenciar as vozes críticas.

Photo of author
Editor-chefe do portal Mistérios do Mundo desde 2011. Adoro viajar, curtir uma boa música e leitura. Ganhou o prêmio influenciador digital na categoria curiosidades.