“Caixa misteriosa” é encontrada em praia de Recife

Banhistas descobriram ontem (5), uma caixa estranha no areal da Praia de Maria Farinha, em Paulista, no Grande Recife. A caixa é parecida com as que vem aparecendo com frequência em praias do Nordeste há 4 anos. Segundo os cientistas, são fardos de borracha de navios nazistas que afundaram durante a Segunda Guerra Mundial.

A caixa foi vista perto da Marina Morena. Fernando Inácio de Jesus, enfermeiro, a viu por volta das 13h, quando estava passeando com sua família na praia. Ele notou pequenos crustáceos na caixa, indicando que ela estava há muito tempo embaixo d’água.

 

“Ela era muito pesada. Tentei tirar do mar com outra pessoa que estava na praia, mas não consegui. Peguei uma faca e tentei cortar. É um material emborrachado, parece um tipo de couro. Quando a onda vinha, ela boiava, e, com isso, conseguimos rolar ela um pouco mais para a areia”, disse o enfermeiro.

O material foi enviado para análise técnica por equipes da Secretaria de Meio Ambiente. Depois, deverá ser enviada para um aterro industrial.

Pesquisas indicaram que as caixas que vem aparecendo em praias da região desde 2018 são de navios nazistas naufragados nos aos 40.

Um estudo inicial, conduzido pela Universidade Federal do Ceará (UFC), sugeriu que as caixas vinham no SS Rio Grande, que usava um nome brasileiro para se esconder dos inimigos de guerra e era carregado com esses fardos de borracha. Ele foi atacado por forças aéreas norte-americanas.

Outro estudo revelou que outras caixas vieram do navio MV Weserland, afundado pelo destróier USS Sommers, da Marinha americana, em janeiro de 1944.

buy metformin metformin online