Bilionário usa fortuna para construir iate que recolherá 5 toneladas de plástico por dia dos oceanos

Kiel Inge Røkke é um dos homens mais ricos da Noruega, com um patrimônio estimado de R$ 8 bilhões. Ele é um bilionário que não terminou o ensino médio e começou a trabalhar como pescador aos 18 anos e gradualmente construiu um dos principais negócios mundiais de pesca. A fortuna de Røkke foi feita no mar. Agora ele quer retribuir ao mar construindo uma embarcação coletará até 5 toneladas de plástico do oceano diariamente.

Em uma entrevista para o jornal Aftenposen de Oslo, Røkke falou sobre o iate e sua motivação para construí-lo: “O mar me deu grandes oportunidades. Eu sou grato por isso. Quero devolver à sociedade a maior parte do que ganhei. Este navio é parte disso. A ideia de tal navio evoluiu ao longo de muitos anos, mas os planos se concretizaram no ano passado”.

Quando concluído em 2020, o REV (navio de expedição de pesquisa) será o maior iate do mundo. Ele será operado de forma independente pela maior organização de conservação do mundo – a WWF – e poderá acomodar 60 pesquisadores, além de uma equipe de 30 pessoas.

O navio levará equipamentos capazes de conduzir monitoramento ambiental tanto nos oceanos (até 6000 metros de profundidade) quanto na atmosfera. Também será capaz de coletar e derreter com segurança até 5 toneladas de plástico por dia.

Nina Jensen, Secretária Geral da WWF, disse estar entusiasmada com a cooperação.

“Temos pontos de vista distintos sobre o petróleo e continuaremos a desafiar Røkke quando discordarmos dele, mas neste projeto nos reuniremos para coletivamente fazer uma grande diferença na luta ambiental”.

De fato, iniciativas como essa são cruciais para vencer as ameaças que a vida marinha está enfrentando – da acidificação e poluição do oceano à pesca excessiva e mudanças de temperatura. Um relatório de 2015 publicado na revista Science, calculou que 275 milhões de toneladas de resíduos plásticos foram gerados em 192 países costeiros em 2010, com 4,8 a 12,7 milhões de toneladas entrando no oceano.

Um relatório de 2016 do Fórum Econômico Mundial (WEF) prevê que, no rumo atual, os oceanos conterão mais plástico do que peixes até 2050 (em peso). Além disso, 95% do valor do material de embalagem de plástico, no valor de US $ 80 bilhões a US $ 120 bilhões por ano, é perdido para a economia após um curto primeiro uso.

Além disso, o iate também baterá alguns recordes quando for concluído em 2020. Com 182 metros de comprimento, o REV será o maior iate do mundo. Naturalmente, também será o mais pesado, com 16.000 giga toneladas.

[Business Insider]

Comentários
Carregando...