Pular para o conteúdo
Bebê chimpanzé que virou sensação na Internet é achado morto nos braços de sua mãe

Bebê chimpanzé que virou sensação na Internet é achado morto nos braços de sua mãe

Na manhã de 22 de dezembro, a equipe de cuidados com animais do zoológico do condado de Sedgwick, em Wichita, Kansas, EUA, fez uma descoberta devastadora: um bebê chimpanzé de cinco semanas chamado Kucheza, que significa “brincar” em suaíli, faleceu inesperadamente.

O jovem chimpanzé foi encontrado nos braços de sua mãe, Mahale, que ainda não estava pronta largá-lo.

Kucheza nasceu no zoológico em 15 de novembro por meio de uma cesariana, um procedimento necessário porque Mahale estava tendo dificuldades para dar à luz.

O anúncio do nascimento e um vídeo do emocionante reencontro entre mãe e filho se tornaram virais nas redes sociais, enquanto pessoas de todo o mundo assistiam Mahale abraçar alegremente seu recém-nascido após quase dois dias de separação.

Apesar da tragédia da morte de Kucheza, a equipe de cuidados com os animais do Zoológico do Condado de Sedgwick quer aproveitar esta oportunidade para educar o público sobre a importância de proteger os chimpanzés e seus habitats.

Esses animais são considerados ameaçados devido à degradação do habitat e à caça de carne de caça, e o nascimento de Kucheza foi importante para a população da espécie.

Em uma declaração à FOX Weather, o zoológico disse: “O amor de Mahale por Kucheza foi e continuará a ser sentido por bilhões de pessoas em todo o mundo. Em suas poucas semanas de vida, Kucheza trouxe alegria e luz para tantos e provocou uma oportunidade de educar o mundo sobre os chimpanzés, os perigos que eles enfrentam na natureza e, o mais importante, por que devemos nos importar.”

O zoológico do condado de Sedgwick tem uma história de nascimentos bem-sucedidos de chimpanzés, sendo o mais recente em 2010, quando mamãe Audra deu à luz o bebê Mabusu. No ano passado, Audra faleceu aos 51 anos, mas Mabusu agora tem 12 anos e prospera no zoológico.

Em homenagem a Kucheza, o zoológico prometeu continuar promovendo a reverência e a proteção dos chimpanzés selvagens.