As 25 pinturas mais aterrorizantes que você já viu

Durante um bom tempo os pintores foram uma das figuras mais respeitadas e veneradas em nossa sociedade. Como todos os outros tipos de arte, a pintura supostamente deve nos fazer parar e refletir sobre determinado tema.

No entanto, nessas pinturas que você está prestes a ver, os autores simplesmente abriram mão da delicadeza para dar um toque bizarro e sinistro às imagens.

Confira as 25 pinturas mais aterrorizantes que você já viu.

1 – “Uma marionete para a sobrinha”, Santiago Caruso

Santiago Caruso nasceu em 1982 e é famoso por suas pinturas macabras em preto e branco.

santiagocaruso.tumblr.com
santiagocaruso.tumblr.com

2 – “Dulle Griet”, Pieter Bruegel, o Velho.

Wikipedia
Wikipedia

3 – “Lucifero”, Francesco Scaramuzza

Pintura de Francesco Scaramuzza mostra sua interpretação de Lúcifer, que na imagem está comendo um ser humano. A pintura é usada como ilustração no Inferno de Dante.

dante-alighieri.tumblr.com
dante-alighieri.tumblr.com

4 – “Um estudo sobre as cabeças de vítimas de tortura”, Théodore Géricault

Théodore Géricault usava arte romântica para demonstrar suas ideias contrárias à França pós-revolução. Nessa pintura, a expressão das cabeças supostamente retratam o pessimismo do país na época, aos olhos de Géricault.

artisticenlightenment.blogspot.com
artisticenlightenment.blogspot.com

5 – Pintura sem título, de Zdzisław Beksiński

O polonês Zdzisław Beksiński é conhecido por suas pinturas retratando um mundo pós-apocalíptico.

Wikipedia
Wikipedia

6 – “A esfola de Marsyas”, Titian

A esfola é uma técnica de tortura em que a pele da vítima é retirada lentamente do seu corpo. Por muitas vezes, também foi utilizada como forte de execução.

npg.org.uk
npg.org.uk

7 – “O juízo final”, Fra Angelico

Fra Angelico viveu no século 15, e era famoso por suas pinturas que mostravam passagens bíblicas.

Image: Wikipedia
Image: Wikipedia

8 – “A cabeça de um idealista”, Ken Currie

O escocês Ken Currie é famoso por suas pinturas perturbadoras e figurativas de retratos humanos.

futuremuseum.co.uk
futuremuseum.co.uk

.

9 – “O Rastejador da Noite”, Zdzisław Beksiński

Mas uma obra de Zdzisław Beksiński.

IGN
IGN

10 – “A Face da Guerra”, Salvador Dalí

Wikipedia
Wikipedia

Uma das obras mais conhecidas do pintor espanhol Salvador Dalí. Nela, o pintor protesta contra as guerras.

11 – “Um novo ‘você’ pode nascer hoje”, Santiago Caruso

escapeintolife.com
escapeintolife.com

12 – “O Pesadelo”, de Henry Fuseli

A pintura mais famosa de Henry Fuseli, ilustrando monstros e criaturas do mal que de forma figurativa perturbam o sono das pessoas.

Huffington Post
Huffington Post

13 – “Judith decapitando Holofernes”, Caravaggio

Wikipedia
Wikipedia

O famoso pintor barroco Caravaggio também tinha seu lado ‘maligno’. Nesta pintura, o italiano ilustra a decapitação do general assírio Holofernes, por Judith.

14 – “Massacre dos Inocentes’, Peter Paul Rubens

Pintura de Peter Paul Rubens ilustra de forma brilhante os infanticídios cometidos pelo Rei Herodes, de acordo com a Bíblia.

Wikipedia
Wikipedia

15 – “Deterioração da Mente sobre a Matéria”, Otto Rapp

fineartamerica.com
fineartamerica.com

16 – “Saturno devorando seu filho”, Peter Paul Rubens

De acordo com o mito, Saturno devorou seu próprio filho vivo para evitar que ele tomasse seu poder.

Wikimedia
Wikimedia

.

17 – “Inferno”, autor anônimo

mir-888.livejournal.com
mir-888.livejournal.com

18 – “Pintura Corporal”, por Gesine Marwedel

Gesine Marwedel usa a pintura corporal para criar ilusões simplesmente magníficas.

weezbo.com
weezbo.com

19 – ‘Grave Goods’, Jeff Christensen

emptykingdom.com
emptykingdom.com

20 – “A Morte de Marat I”, Edvard Munch

Mais conhecido por sua pintura mundialmente famosa “O Grito da Natureza”, o pintor norueguês Edvard Munch era famoso por seu expressionismo e simbolismo. Aqui, ele retrata o assassinato do famoso pensador Jean-Paul Marat, da Revolução Francesa – confinado a passar quase todo o dia em uma banheira, devido a uma doença de pele.

Wikimedia
Wikimedia

21 – “Estudo sobre o Retrato do Papo Inocêncio X”, por Francis Bacon

À esquerda está o “Papa Inocêncio X”, de Diego Velázquez, pintado em 1650, enquanto à direita está o “Estudo sobre o Retrato do Papa Inocêncio X de Velázquez”, de 1953, de Francis Bacon. Bacon pintou uma variedade de cópias distorcidas do trabalho famoso de Velázquez, mas este é o mais assustador.

Phaidon
Phaidon

22 – “Um negro pendurado vivo pelas costelas a uma forca”, William Blake

A pintura de William Blake é baseada no relato do soldado holandês J.G. Stedman, que viu um escravo pendurado por um gancho através de uma única costela.

PBS
PBS

23 – “Inferno”, Hans Memling

“Inferno”, do artista alemão Hans Memling, oçistra a dança da vitória do diabo em seres humanos que queimam nos fogos do inferno. Se isso já não fosse suficiente, os humanos estão sendo devorados por uma besta enorme. As palavras acima do dizem: “No inferno, não há perdão”.

Wikiart
Wikiart

24 – “O Grande Corpo”, Fábio Magalhães

O pintor brasileiro Fábio Magalhães é especialista em dar um toque incrível de realismo em suas pinturas – que mais parecem fotografias. Nessa obra, ele ilustra seu próprio corpo envolto em um saco plástico. Faça uma pesquisa com o nome de Fábio no Google e dê uma olhada nas suas outras obras se quiser ver pinturas ainda mais sinistras e impressionantes que esta.

art-sheep.com
art-sheep.com

25 – “Degas is Aged”, Valério Carrubba

likecool.com
likecool.com

Valério Carrubba é um pintor italiano hiper-realista cuja arte se assemelha às pinturas anatômicas de séculos atrás. Mas sua versão tem uma sensação mais realista. Nessa pintura, Carrubba mostra um paciente aparentemente calmo tendo seus órgãos internos revelados.

Fonte: List25

 

Veja também: Mais do autor

Comentários

Carregando...