Amar Bharati: O homem que está com a mão levantada há 45 anos

O indiano ergueu o braço para sempre aos céus, largou o emprego, a esposa e os três filhos. Tudo em homenagem a sua divindade.

Os seres humanos são criaturas incríveis, ainda que deixem a desejar em vários sentidos. E Amar Bharati é, com certeza, a personificação da perseverança humana em relação às suas crenças e ideologias. A impressionante história deste homem único, que se tornou bastante famoso, é alvo de algumas dúvidas, mas isso não faz com que ela deixe de ser curiosa.

Bharati, nos últimos 45 anos, está com a sua mão levantada, sem tê-la abaixado em nenhum momento. O motivo? Este homem indiano decidiu viver como um “Sadhu”, termo utilizado para definir indivíduos que abrem mão dos bens materiais para levar uma vida dedicada ao bem-estar espiritual e divino.

Amar Bharati
Amar Bharati | WikiCommons

QUEM É AMAR BHARATI?

Há mais de 50 anos, na década de 70, Bharati trabalhava em um banco na Índia, seu país natal, e levava uma vida bem modesta, com sua esposa e três filhos. Porém, certo dia, cansado da rotina e do estresse do trabalho, ele decidiu abrir mão da família, do emprego e dos amigos para seguir um “chamado espiritual”.

Deixando tudo para trás, Bharati passou a dedicar a sua existência à divindade Shiva, um dos principais deuses do hinduísmo. Mas o começo não foi tão fácil. Ainda tentado a fazer coisas que não eram permitidas para os monges, Bharati precisava compensar essa sua “falta de comprometimento” com algo mais drástico. Como se ele precisasse provar para ele mesmo e para o mundo que realmente estava se entregando às crenças religiosas.

É por isso que, em 1973, ele decidiu levantar a mão pelo resto da sua vida, como uma forma de demonstração de sua fé por Shiva. Amar Bharati logo se tornou muito famoso no mundo inteiro, e milhares de pessoas se inspiraram em seu gesto. Quando perguntado pelos motivos que o levaram a tomar tal decisão, ele sempre responde que esse gesto serve como um protesto contra as guerras, e a favor da paz mundial, além de ser uma maneira de mostrar o seu respeito por Shiva.

Amar Bharati
WikiCommons

É claro que, no começo, a decisão drástica e radical causou uma dor terrível. Mas isso não impediu que Bharati se mantivesse firme em sua demonstração de perseverança.

Após os primeiros dois anos, ele começou a perder qualquer tipo de sentido na mão, e com isso também a dor começou a desaparecer. Para imaginar o enorme esforço que Bharati vem fazendo nos últimos 45 anos, tente levantar a mão por alguns minutos. Provavelmente, depois de 2 ou 3 minutos você vai desistir por causa da dor.

UMA VIDA DEDICADA À PAZ

Amar Bharati, em 2009. | Pinterest

Em uma rara entrevista concedida por meios de comunicação da Índia, durante uma cerimônia, Bharati abriu para os jornalistas as suas intenções e suas crenças.

“Não peço muito. Por que brigamos entre nós, por que há tanto ódio e inimizade entre nós? Quero que todos os indianos vivam em paz. Quero que o mundo inteiro viva em paz”, disse, durante a entrevista.

A partir da popularização do seu gesto radical, Bharati inspirou várias pessoas no mundo inteiro, que passaram a lutar – cada uma da sua maneira -, pela paz mundial.

Ainda mais interessante, esse gesto inspirou outros indianos a dedicarem a sua vida à religião, tornando-se também “sadhu’s”. Alguns indianos, inclusive, tentaram também manter suas mãos em riste, mas ninguém até hoje foi capaz de ir tão longe quando Bharati nesta decisão.


Com informações do ‘History of Yesterday’.

buy metformin metformin online