Pular para o conteúdo

“Agora e antes”: Fotógrafo tira fotos de modelos com décadas de diferença

Sempre que olhamos para o nosso eu mais jovem em fotografias, muitas vezes sentimos uma sensação de nostalgia quando nos encontramos relembrando os bons velhos tempos.

Qualquer pessoa na casa dos 40 ou 60 anos provavelmente dirá que a vida não para em uma determinada idade e que ainda há muito tempo para sair e descobrir coisas novas sobre nós mesmos.

Um fotógrafo de moda e celebridades chamado Doug Inglish decidiu revisitar seu passado em uma série chamada “Now & Then”. A série apresenta 14 jovens modelos fotografados ao longo de mais de 10 a 20 anos, já que a maioria das fotos foi tirada no início dos anos 2000. O projeto de Doug reflete sobre a passagem do tempo, a intimidade e o desejo: “Eu era, eu sou, eu me tornei”.

Os modelos posaram com as mesmas roupas e locais uma ou duas décadas depois, mostrando o quanto uma pessoa pode mudar ao longo dos anos.

“Aconteceu por acaso. Eu não tinha ideia de que se tornaria esse corpo de trabalho”, explicou o fotógrafo. As fotos ‘Then’ da série eram sessões de teste. Agências de modelos me enviam modelos para castings e se eu tenho uma conexão com eles, eu os fotografo para me divertir. Eu recebo fotos para meu arquivo e eles obtêm fotos para seus portfólios.

“Durante a pandemia, passei um tempo com um dos modelos, Trent Garrett, que se tornou um amigo próximo. Estávamos olhando as imagens de 18 anos antes e achamos que seria divertido tentar recriar as imagens. Sempre estilizei as fotos com minha coleção de equipamentos esportivos dos anos 80 e ainda tenho todas as peças. O resultado foi gratificante e como havia muito tempo para trabalhar no projeto, comecei a contatar meus caras favoritos do passado. A maioria estava animada para fazer parte disso.”, contou.

“Sempre fui cativado pelo trabalho de Nicolas Nixon e especialmente por sua obra, The Brown Sisters. Ele passou 40 anos tirando uma foto anual de sua esposa e suas três irmãs enquanto elas mudavam sutilmente com o tempo. Sempre me emocionei com essas imagens porque, à medida que envelhecemos, sentimos saudades do passado. Eu gostaria de poder voltar no tempo e ser jovem novamente, mas a verdade é que sou uma pessoa mais feliz agora do que antes. Em algum lugar ao longo do caminho, há uma mudança que acontece.”

“Além disso, não valorizamos a idade em nós mesmos. Acho interessante como muitas pessoas – quando veem o trabalho – geralmente se sentem mais atraídas pelas fotografias de agora.”