Agente de trânsito pode ser punido após multar condutora por “excesso de beleza”

Um agente de trânsito no Uruguai está sendo investigado pelas autoridades por ter “utilizado documento oficial para fins indevidos”. Mais especificamente, o agente, que teve o seu nome preservado, aplicou uma multa a uma motorista que trafegava por uma rua na cidade de Paysandú por conta de “excesso de beleza”. O agente, sem o menor pudor, teria solicitado para que a mulher parasse o carro, e em seguida começou a escrever em um talão oficial, utilizado pela autoridade de trânsito do Uruguai. A surpresa da mulher, no entanto, é que tudo não passava de uma tentativa (bastante frustrada) de passar uma “cantada”… Não havia qualquer imprudência real.

“Imprudência ao volante (circula com excesso de beleza na via pública). Te amo”, escreveu o oficial uruguaio, de acordo com fontes da imprensa do país.

Reprodução: ABC Soledad

A mulher fez questão de publicar uma foto da “multa” em suas redes sociais, e não demorou para que o post viralizasse e gerasse comentários de vários tipos por parte dos internautas. Enquanto alguns elogiaram a “criatividade” do agente de trânsito, alguns entenderam a situação como um claro abuso de poder, e até mesmo uma conduta que pode ser enquadrada como assédio.

A conduta, agora, pode acabar custando bem caro ao agente. Com a viralização da imagem, o episódio rapidamente chegou ao conhecimento de seus superiores, que obviamente não acharam graça em seu comportamento. Na visão das autoridades, o funcionário público “utilizou-se de documentos oficiais para fins indevidos”, o que até o momento gerou um processo administrativo contra o agente, podendo posteriormente lhe render uma suspensão ou até mesmo uma expulsão definitiva da corporação.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.