Ácaros vivem em seus poros, comem sua gordura e ficam com você enquanto você dorme

Calma, nós explicamos: antes que você se assuste com a ideia, saiba que não só você, como também outros de sua espécie – inclusive o seu amado ou sua amada – possuem dezenas de aracnídeos em seus rostos, se alimentando silenciosamente de seus óleos naturais.

Shutterstock

Talvez isso não tenha ajudado muito, não é mesmo? Mas está tudo certo: esses aracnídeos semelhantes a carrapatos são conhecidos como ácaros de face (gênero Demodex) e, de acordo com um novo vídeo criado pela equipe do KQED San ​​Francisco, eles vivem uma vida pacífica enterrada nos poros faciais da maioria dos adultos humanos. Veja só:

 

Curiosamente, esses ácaros não são encontrados em bebês – eles são transmitidos através do contato maternal.

Eles vivem perto das raízes dos folículos pilosos em homens e mulheres, escondidos dentro de seus poros. Apesar de terem uma aparência estranha, com oito pernas, eles são maior parte seres transparentes e microscópicos, medindo cerca de 0,3 mm cada, de acordo com um artigo da NPR.

@Pixabay

Você deve estar se perguntando: poxa, mas eles têm de viver no rosto mesmo? Pois é: considere o fácil acesso a um banquete de sebo que o corpo libera, ainda mais em folículos, e você terá a razão pela qual eles vivem ali. E, de preferência, no lugar mais gorduroso possível, tipo aqueles poros da zona T do rosto.

Os ácaros demodex procuram sempre uma refeição gordurosa, enterrando-se nos poros, onde dormem durante o dia. À noite, quando você está dormindo, eles rastejam para a superfície da sua pele para acasalar. É isso mesmo – há uma festa noturna no seu rosto e você não está convidado.

@Pixabay

De acordo com um estudo publicado em 1992 na revista Clinical and Experimental Dermatology, folículos infestados podem conter meia dúzia de ácaros de uma vez, com espaço para muitos mais e cada ácaro pode viver por cerca de duas semanas. Esses ácaros não representam ameaças conhecidas para os seres humanos, a menos que se acumulem em número verdadeiramente grande, às vezes levando a uma doença chamada demodicose. Em humanos, a “demodicose é capaz de causar um brilho vermelho ou branco na pele, sendo frequentemente associada a um declínio na resposta do sistema imunológico”, revela Kanade Shinkai, dermatologista da Universidade da Califórnia, em San Francisco.

Segundo Shinkai, a condição é rara e a maioria das pessoas vive pacificamente com os ácaros do rosto até a velhice.

Demodicose @Wikipedia

Para amenizar o desconforto, basta pensar que, em sua vida, seu nariz serviu como um lar de família para centenas de gerações de aracnídeos festeiros noturnos. Se o pensamento não te fizer sentir-se melhor, ainda há outra esperança: os ácaros do rosto não têm ânus, ao invés disso armazenam suas fezes em seus corpos durante toda a duração de suas breves vidas. Pelo menos uma boa notícia não é mesmo?

Temos certeza de que agora você irá querer marcar uma limpeza de pele o quanto antes!

você pode gostar também
1 comentário
  1. Rita Palladino Diz

    Pergunta: e os ácaros causadores de escabiose? Como se dá o contágio antes de se espalhar de uma pessoa a outra?

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.