A trágica história de uma mãe que escolheu ser a “mulher mais feia do mundo” para salvar seus filhos

por Lucas Rabello
0 comentário 6,2K visualizações

Mary Ann Bevan, nascida Mary Ann Webster no leste de Londres em 1874, era uma mulher bonita que se tornou enfermeira. Ela se casou com um fazendeiro de Kent, Thomas Bevan, em 1903, e eles tiveram quatro filhos saudáveis. A vida parecia perfeita até que Thomas morreu inesperadamente em 1914. Após sua morte, Mary Ann começou a mostrar sinais de acromegalia, uma doença rara que causa crescimento anormal devido ao excesso de hormônio do crescimento.

Suas mãos e pés incharam, sua testa e mandíbula ficaram proeminentes e seu nariz alargou. Apesar dessas mudanças, Mary Ann estava determinada a sustentar sua família. “Posso parecer diferente, mas preciso ganhar a vida”, ela provavelmente pensava. Sem tratamentos modernos para a acromegalia, ela via sua beleza desaparecer dia após dia.

A trágica história de uma mãe que escolheu ser a "mulher mais feia do mundo" para salvar seus filhos

Diante de opções limitadas, Mary Ann decidiu capitalizar sua aparência. Ela entrou em um concurso local de “Mulher Mais Feia” e superou 250 outras concorrentes. Um agente britânico do circo Barnum e Bailey colocou um anúncio: “Procura-se: mulher mais feia. Nada repulsivo, mutilado ou desfigurado. Salário garantido e compromisso de longo prazo para candidatas bem-sucedidas. Enviar foto recente.” Mary Ann viu uma oportunidade.

Os médicos a asseguraram de que sua condição iria piorar, garantindo seu emprego no show business. Em 1920, Sam Gumpertz a contratou para aparecer no show Dreamland em Coney Island, um show de aberrações onde ela passou o resto de sua vida. Visitantes olhavam para “os 70 quilos que ela carregava em seu corpo de 1,70 metro, seus pés tamanho 42 e suas mãos tamanho 25”. Mary Ann suportou os olhares de nojo dos espectadores por anos, tudo para alimentar e educar seus filhos.

A trágica história de uma mãe que escolheu ser a "mulher mais feia do mundo" para salvar seus filhos

Apesar das dificuldades, ela encontrava maneiras de manter o ânimo elevado. Ela frequentemente mostrava aos visitantes fotos de sua bela família e falava com orgulho sobre a posição de seu filho na marinha britânica. Mary Ann Bevan ganhou $50.000 durante seus anos em Nova York, aproximadamente $800.000 em dinheiro de hoje. Ela alcançou seu objetivo de sustentar seus filhos.

Deixar um comentário

* Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e tratamento de seus dados por este site.

Mistérios do Mundo 2024 © Todos os direitos reservados