A tempestade tropical Ophelia desenterrou algo bizarro na Irlanda

Um fotógrafo teve uma surpresa na semana passada na Irlanda, quando a tempestade tropical Ophelia desenterrou vestígios esqueletais antigos que podem ter 1.000 anos de idade.

O esqueleto foi descoberto em Kilmore Quay, no condado de Wexford, na ponta sudeste da República da Irlanda. Foi avistada por um transeunte na terça-feira, informou o Irish Daily Mirror, um dia depois da tempestade ter passado por á, deixando três mortos.

O fotógrafo Jim Campbell foi alertado sobre a descoberta, em um ponto chamado Forlorn Point, e foi para o local para tirar algumas fotos. Ele pensou que poderia ser alguém morto pelo furacão, mas pesquisas revelaram que suas origens são muito mais antigas.

“Fiquei surpreso”, disse Campbell. “Minha primeira reação foi ‘Oh não’, pensando que alguém desapareceu. Mas à medida que o dia avançava, percebemos que este era um esqueleto antigo “.

A tempestade tropical Ophelia desenterrou algo curioso na Irlanda

Um arqueólogo foi ao local para avaliar o corpo, sugerindo que ele pode ter até 1.000 anos de idade. O esqueleto agora será levado para Dublin para testes arqueológicos, para descobrir a idade exata.

Pensa-se que este pode ter sido um antigo local para enterros, que não havia sido descoberto até agora. O solo nas proximidades foi corroído quando a passarela na costa foi golpeada pelo mar.

Os restos serão recebidos pelo Museu Nacional da Irlanda em Dublin depois de terem sido examinados.

Comentários
Carregando...