A menor bebê do mundo é do tamanho de uma maçã. Veja só como ela sobreviveu:

Uma linda bebê nasceu em San Diego no mês de dezembro do ano de 2018: uma menininha, que pesava apenas 246 gramas, ou seja, aproximadamente o equivalente a uma maçã grande, conforme diz um comunicado do Sharp Mary Birch Hospital, o hospital onde ela nasceu.

A bebêzinha foi apelidada de “Saybie” pelas enfermeiras, sendo ela o menor bebê prematuro sobrevivente do mundo – apelido que usaremos ao longo desta matéria para fins de manter a privacidade desejada da família.

menor bebe
Shutterstock

Saybie nasceu por cesariana, completou cinco meses desde seu nascimento e está saudável, sendo que até conseguiu ser liberada para casa pelos médicos. Ela se encontra com 2,5 quilos atualmente.

A mãe da pequena informou que o dia de seu nascimento foi o mais difícil de sua vida, sendo que ela nasceu com apenas 23 semanas e os médicos afirmaram que a bebê não sobreviveria. Para agravar a situação, informaram à família que eles teriam apenas uma hora com ela antes de que ela viesse a óbito.

“Essa uma hora se transformou em duas horas, que se transformou em um dia, que se transformou em uma semana…”, disse a mãe no vídeo que você pode conferir abaixo:

O peso extremamente baixo ao nascer de Saybie foi inferior ao do antigo recordista, um bebê nascido na Alemanha em 2015, que pesava 268 gramas no nascimento.

O que auxiliou a sobrevivência de Saybie foi o fato dela não ter praticamente experimentado nenhum dos desafios médicos tipicamente associados com aqueles que nascem antes de 28 semanas, que podem incluir hemorragias cerebrais e problemas pulmonares e cardíacos.

Segundo o hospital: “Fazemos tudo o que sabemos fazer e o melhor que podemos, e depois disso, cabe aos nossos bebês”,  em depoimento dado por Spring Bridges, enfermeira da unidade de terapia intensiva neonatal (UTIN) da Sharp Mary Birch. “Alguns realmente têm força o suficiente para passar pelo que eles passam e por fim crescem fora do útero” – completou.

Infelizmente os prematuros podem enfrentar desafios à medida que envelhecem, incluindo problemas de visão, problemas com habilidades motoras finas e dificuldades de aprendizagem, de acordo com o The Washington Post.

Entretanto, Saybie será submetida a um acompanhamento exclusivo no hospital, que tem como objetivo ajudar bebês prematuros a atingir metas de desenvolvimento.

[Live Science]

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.