A Ilha da Praga de Poveglia

A ilha de Poveglia é uma das muitas pequenas ilhas localizadas na Lagoa de Veneza entre Veneza e Lido. Acredita-se ser assombrada pelos fantasmas de milhares de pessoas que supostamente morreram quando a ilha serviu como uma colônia de quarentena para vítimas da peste na época de Napoleão, e mais tarde como um asilo para doentes mentais.

O psiquiatra que dirigia o hospital era um psicopata que massacrava e torturava seus pacientes, e depois tirou a própria vida, atirando-se da torre da ilha. Depois que o hospital fechou, a ilha ficou abandonada há quase cinquenta anos. Muitos pescadores evitam esta ilha por puro medo e por conta dos ossos humanos que existem na ilha. Agora, um novo projeto espera transformar esta ilha há muito esquecida e temida em um campus universitário.

A Ilha da Praga de Poveglia

Foto: Young Architects

A Ilha de Poveglia entrou pela primeira vez em livros de história no ano de 421. Os primeiros habitantes eram refugiados que fugiam dos invasores hunos liderados pelo temível “Átila, o Huno”, que assolou o continente.

Essas pessoas escaparam para a ilha e fizeram dela a sua casa. Nos séculos seguintes, Poveglia teve uma história pacífica. O povo extraía sal, pescava e cultivava alimentos. A população da ilha começou a crescer, e assim continuaram até 1379, quando Veneza foi atacada pela frota Genoan. O povo de Poveglia foi apressadamente removido para um lugar mais seguro.

De 1645 em diante, o governo veneziano construiu cinco fortalezas octogonais para proteger e controlar as entradas para a lagoa. O Octógono de Poveglia é um dos quatro que ainda permanece na ilha.

Em 1776 o Serviço de Saúde Pública abriu um ponto de verificação na ilha para inspecionar todos os bens e as pessoas que chegam e saem de Veneza por navio. Em 1793, quando vários casos de peste foram descobertos em dois dos navios, os infectados foram forçados a desembarcar, e ficarem temporariamente confinados na ilha.

Quando a peste na Europa chegou a um nível preocupante, pela segunda vez desde a Peste Negra do século 14, a ilha tornou-se uma terra de despejo para doentes e pessoas infectadas. Estima-se que 160.000 pessoas viveram e morreram aqui. O boato é que quase metade do solo contém restos humanos.

(Nota: Muitos artigos online sobre Poveglia dizem que a ilha se tornou uma quarentena para vítimas da Peste Negra que varreu a Europa no século 14. Isso é incorreto. Poveglia teve uma população saudável naquele tempo. A história mórbida da ilha não começou até o final do século 18).

A Ilha da Praga de Poveglia

Foto: Ted Lum/Flickr

Em 1922, os edifícios existentes na ilha foram convertidos em um asilo para doentes mentais, que continuou a funcionar até 1968, quando o hospital foi fechado. Por quase meio século, Poveglia permaneceu isolada, tempo suficiente para a vegetação invadir cada polegada da ilha e os edifícios.

Nos últimos anos, a ilha tem sido alvo de vários projetos de recuperação. Nenhum deles ainda foi implementado. Em 2014, um empresário italiano, Luigi Brugnaro, comprou uma locação na ilha por 99 anos com a intenção de desenvolvê-lo em algum tipo de uso público.

Agora a Associação de Jovens Arquitetos criou um concurso convidando arquitetos para apresentar ideias para um campus universitário na ilha. Não temos certeza se o projeto é realmente apoiado por Luigi Brugnaro, ou é apenas um meio para mostrar seu talento.

A Ilha da Praga de Poveglia

Foto: Young Architects

A Ilha da Praga de Poveglia

Foto: Young Architects

A Ilha da Praga de Poveglia

Foto: Young Architects

A Ilha da Praga de Poveglia

Foto: Young Architects

A Ilha da Praga de Poveglia

Foto: Marco Secchi / Getty Images

A Ilha da Praga de Poveglia

Foto: Marco Secchi / Getty Images

A Ilha da Praga de Poveglia

Foto: Hampamatta/Imgur

A Ilha da Praga de Poveglia

Foto: Hampamatta/Imgur

A Ilha da Praga de Poveglia

Foto: Hampamatta/Imgur

A Ilha da Praga de Poveglia

Foto: Hampamatta/Imgur

A Ilha da Praga de Poveglia

Foto: Daily Mail

A Ilha da Praga de Poveglia

Foto: Daily Mail

A Ilha da Praga de Poveglia

Foto: Daily Mail

Fonte: Wikipedia / Mental Floss / Dezeen

Veja também: Mais do autor

Comentários

Carregando...