A verdade por trás da foto de duas crianças que decapitaram sua mãe no Halloween

As histórias horripilantes abundam na internet. Sobretudo aquelas que dizem ter acontecido há muitos anos atrás e que causaram tanto impacto que são conhecidas até hoje. Entretanto, nem todas essas situações aterrorizantes são reais. Ao menos não como você imagina.

Há muito tempo está circulando a horrenda história da família Buckley, cujos protagonistas eram as crianças, Susan e John.

Segundo a história, as crianças celebravam o Halloween, tal como as demais em sua vizinhança. Mas eles queriam surpreender a todos e planejaram conseguir um manequim e simular que lhe cortavam a cabeça. Porém, de imediato surgiu em suas cabeças uma ideia que lhes parecia melhor: decapitar sua própria mãe.

Quando a mulher entrou em casa, as crianças pegaram um machado e a degolaram. E chamaram a polícia logo depois que se deram conta do que haviam feito.

E tiraram essa foto: 

Haunted Memories

Assustador, não? Bem, dessa vez a ficção superou a realidade e é pouco provável que alguém decapite a própria mãe por qualquer motivo que seja (estando completamente sano, claro). E, se você parar para pensar, quem em sano juízo se prestaria a fotografar um momento tão aterrador? E sobretudo nessa época?

Antes de começar a se perguntar o que aconteceu realmente, tenho que te dizer que essa história é completamente falsa e que a foto foi editada por um especialista.

O autor é Edward Allen, um artista gráfico que encontrou uma fotografia antiga de uma família e a editou para deixá-la assustadora. E ele fez isso com centenas de fotos mais.

E chamou-a de “o matricídio do oeste”

Haunted Memories

Viu? Uma família antiga e, claro, assustadora, mas que não envolve nenhum assassinato.

O trabalho de Edward é incrivelmente fascinante e horripilante. Por muitos anos acreditaram que a imagem era real.

Veja também: Mais do autor

Comentários

Carregando...