A história bizarra (e assustadora) por trás do homem de duas faces

No século 19, havia um homem nobre chamado Edward Mordake, que nasceu com uma deformidade incomum. Uma condição extremamente rara chamada diprosopus em que partes ou todo o rosto são duplicadas na cabeça.

A origem da história de Edward Mordake foi perdida com o tempo. Seu caso incomum ocorreu muito cedo na história médica e passou por gerações que recontaram ela. Sua história ainda é um mistério para os pesquisadores modernos, já que nenhum registro médico foi encontrado, nem mesmo sua data de nascimento e morte foram registradas.

As duas faces desse homem podem ser assustadoras, mas a história por trás de tudo é ainda pior

Há muitas versões do conto de Mordake. No entanto, sempre começa da mesma maneira. Dizem que Mordake era o herdeiro de uma das famílias mais nobres da Inglaterra. Ele era um homem inteligente, encantador e de boa aparência quando visto de frente… mas na parte de trás da cabeça havia um segundo rosto, feio e malvado.

A existência de Mordake foi atestada pela Enciclopédia Médica de 1896: Anomalias e Curiosidades de Medicina, de autoria do Dr. George M. Gould e do Dr. Walter L. Pyle. Na referida publicação, é dito que o rosto extra de Edward era de uma menina linda que não podia comer nem falar, mas possuía sua própria inteligência e era bastante maligna em suas intenções. De acordo com a lenda, sua gêmea malvado sorria e zombava enquanto Edward estava chorando e os olhos seguiam os movimentos das pessoas ao seu redor.

No entanto, não há evidências de que realmente a outra face expressasse essas emoções. Alguns até afirmaram que é impossível que a segunda cara fosse de uma mulher, pois todos os gêmeos parasitas são sempre do mesmo sexo, o que é verdade.

Para tornar a história mais interessante, disseram que o rosto misterioso parecia estar falando, mas nenhuma voz era audível. De alguma forma, Mordake podia ouvi-lo sussurrando coisas aterrorizantes para ele à noite. Por causa dos sussurros de seu gêmeo maligno, ele implorou aos médicos para removê-lo de sua cabeça, mas eles se recusaram, sabendo que o procedimento seria muito arriscado para ele. É por isso que Mordake acabou com sua própria vida se envenenando aos 23 anos.

Em outra versão da história, ele morreu dando um tiro entre os olhos de seu gêmeo. Em ambas as versões, Edward deixou uma carta para trás, pedindo que o “rosto demoníaco” fosse removido antes do enterro para que não o seguisse além do túmulo.

As duas faces desse homem podem ser assustadoras, mas a história por trás de tudo é ainda pior

A história de Edward Mordrake foi exibida em muitos textos, peças e até música, jpor exemplo a de Tom Waits ‘Poor Edward’ é baseada nela. Infelizmente, não há muita evidência de que sua história tenha sido fato ou ficção, embora muitos tenham considerado isso como um conto excessivamente exagerado, pois muitas partes da história não fazem sentido médico. Bem, pode ser verdade, mas anos recontando a mesma historia só poderiam hiperbolizar o que de fato aconteceu.

Nota: não existem fotos reais de Edward Mordake. As imagens acima são apenas uma interpretação de cera dele criada após o seu desaparecimento.

Se esta história é real ou não, ainda não se sabe. Dado que a condição de Edward é considerada um dos piores casos de deformidade – não porque ele tinha duas cabeças, mas duas faces no lado oposto da cabeça! Mas depende de você se você vai acreditar ou não.

Fontes: Amazing InfosHuman MarvelsWikipedia

Veja também: Mais do autor

Comentários

Carregando...