A ciência confirma que viajar nos faz muito mais felizes do que qualquer bem material

Muitas pessoas adoram viajar. É emocionante e nos dá uma razão para sair de nossas zonas de conforto. Quase todo mundo concorda que uma viagem para algum lugar é algo que faz muito bem para a alma.

Acontece que a sensação de alegria que temos por viajar não está apenas em nossas cabeças. Um novo estudo prova que, na verdade, viajar nos faz muito mais felizes do que comprar bens materiais.

A ciência confirma que viajar nos faz muito mais felizes do que qualquer bem material
Shutterstock

É bem simples: a ideia de comprar uma experiência nos deixa mais excitados do que a ideia de comprar coisas. Como o estudo coloca: fazer ou ter, essa é a questão. Parece que a resposta para a maioria de nós é fazer.

Em duas pesquisas, os entrevistados de vários grupos demográficos indicaram que as compras experienciais, aquelas feitas com a intenção primária de adquirir uma experiência de vida, as tornaram mais felizes do que as compras materiais. Por exemplo, as pessoas se sentiam melhor sobre uma viagem para outro país do que a ideia de comprar um novo smartphone de última geração.

A ciência confirma que viajar nos faz muito mais felizes do que qualquer bem material
Shutterstock

Em um experimento de laboratório, os participantes experimentaram sentimentos mais positivos depois de ponderar uma compra experiencial do que depois de ponderar uma compra material. Assim, mesmo a ideia de viajar para algum lugar ou fazer algo nos deixa mais entusiasmados do que ideias sobre a compra de itens. Pode ter a ver com o fato de que o prazer em comprar algo é passageiro, mas memórias que temos de fazer algo realmente agradável duram conosco por toda a vida.

A ciência confirma que viajar nos faz muito mais felizes do que qualquer bem material
Shutterstock

Aristóteles observou que “os homens imaginam que os bens externos são a causa da felicidade”, mas afirmava que “o lazer em si dá prazer, felicidade e prazer na vida”. Portanto, a ideia de ter mais prazer ao “fazer algo” é melhor do que uma nova compra não é nada nova. Como sociedade, temos mais riqueza material do que nunca, mas isso está nos levando a algum lugar quando se trata de felicidade? Pode parecer que alocar seus recursos para coisas como viagens teria um impacto maior em nossa felicidade. [FastCompany]

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.