Notícias e artigos sobre ciência, incluindo espaço, biologia, arqueologia, e muito mais.

7 símbolos curiosos que provavelmente você não sabia o que eles significavam

Os símbolos são amplamente utilizados em nosso dia a dia e com diversas finalidades. Entretanto, raramente sabemos o que de fato eles significavam.

Como tudo pode ser mais complexo do que podemos imaginar, vale a pena conhecer a razão de alguns símbolos existirem, o que diz muito sobre a história de uma maneira abrangente. Veja a seguir:

7 – &: O “e comercial”

Mistérios do Mundo

Este símbolo curioso representa a junção latina “et”, que em inglês faz referência ao “and” (e, em português).

A primeira versão dessa junção foi criada por Tiro, o secretário pessoal de Cícero, na Roma Antiga. Para que o processo de escrito fosse acelerado, Tiro inventou um sistema de abreviaturas, conhecido como “Notas Tirônianas”.

Após muitos séculos o “e comercial” se tornou famoso, exatamente com o sentido de “e”, principalmente no século 20 com o desenvolvimento de novos produtos.

6 – O símbolo do coração

Mistérios do Mundo

Certamente você já viu o símbolo de um coração e existem várias teorias sobre o que ele representa:

1) Quando dois corações humanos se juntam, formariam o símbolo;

2) Ao se cortejarem a junção da cabeça dos cisnes faz um formato de um coração. Em muitas civilizações as aves representavam o amor e pelo fato de um casal de cisnes se manter junto por um longo tempo, este símbolo representaria a lealdade e a eternidade;

Mistérios do Mundo

3) Para os gregos  símbolo representa uma folha de hera e em vários hieróglifos esta simbologia representava o deus Dionísio, o deus das festividades e da paixão. Outras teorias apontam que o coração haveria surgido das formas de Afrodite.

.

5 – Bluetooth

Mistérios do Mundo

Este símbolo curioso surgiu na Dinamarca no ano 10 d.C., quando o país foi governado pelo rei Harald Blåtand. O rei era apaixonado por mirtilo (blueberry), o que o fazia ficar com os dentes azuis. Daí surgiu o apelido Bluetooth (dente azul). Hoje em dia o nome se refere a tecnologia que une duas redes, sendo o símbolo a origem de duas runas escandinavas: Hagall (ou Hagalaz) que é o análogo do latino H, e Bjarkan – a runa latina equivalente a letra B, que formam as iniciais de Harald Blåtand.

4 – O símbolo da Medicina

Mistérios do Mundo

Este curioso símbolo quase sempre está presente nos jalecos dos médicos e pouco nos questionamos sobre ele. Segundo a lenda grega, o deus Hermes (Mercúrio na simbologia romana) possuía um cajado capaz de curar, cujo nome era Caduceus.

Este cajado mágico podia reconciliar os inimigos. Mais tarde o símbolo foi fundido com outro, o Bastão de Esculápio, e formou o símbolo que conhecemos hoje em dia. Esculápio era o Deus da medicina e a junção de ambos simboliza o comprometimento dos médicos.

3 – O botão ‘Power’

Mistérios do Mundo

Este símbolo é encontrado em basicamente todos os aparelhos eletrônicos. Sua origem se deu na década de 40, quando os engenheiros usavam sistemas binários específicos em que o 1 significava ligado e 0 desligado. Para demonstrar ambas as funções do dispositivos, a união do 0 e do 1 foi feita pela representação de um circulo (0) com uma linha (1) dentro.

.

2 – O símbolo da paz

Mistérios do Mundo

Este símbolo, também conhecido como “o símbolo do pacífico”, foi inventado em 1958 durante protesto contra o uso de armas nucleares.

Para elaborar este símbolo foi usada uma combinação de dois sinais do semáforo, a letra N que é representada por uma pessoa segurando duas bandeiras em um V invertido, e a letra D é formada por uma pessoa segurando uma bandeira para cima e outra para baixo. O símbolo seria um sinal de “alerta” para onde o mundo estaria avançando.

1 – O símbolo “O.K.”

Mistérios do Mundo

Existem diversas teorias amplamente discutidas ao redor do mundo sobre a origem da sigla ‘O.K.’

Em muitas civilizações o ‘O.K.’ faria alusão à expressão “tudo certo”, tendo seus equivalentes similares nas línguas grega, africana, entre muitas outras do ocidente e do oriente.

A ideia aceita no ocidente remonta à Guerra Civil dos Estados Unidos, quando ao fazer levantamento nos campos de batalha anotava-se “0 killed” (nenhum morto, abreviado para O.K.) para os campos de batalha visitados. [Bright Side]

Comentários
Carregando...