6 regras da família real que a princesa Diana mudou completamente

Como representante de uma família aristocrática, Diana Spencer foi uma princesa bastante audaciosa. Ela conseguiu ofuscar rapidamente outros membros da família real com suas ações e comportamento. Graças a ela, a imagem de uma princesa deixou de ser percebida como algo altivo e sobrenatural. Ela mostrou que não é uma estrela de outra galáxia, mas uma pessoa comum, assim como todos nós.

Vamos contar para você como a “Lady Di” quebrou o protocolo real e como isso afetou a família real britânica para sempre. Veja só:

6 – Ela escolheu seu próprio anel de noivado

Como regra geral, anéis de noivado para casais da realeza são encomendados de joalheiros famosos e as relíquias familiares costumam ser usadas como pedras principais. Por exemplo, o anel de noivado da Rainha Elizabeth II foi feito do diamante mais puro que foi tirado de uma das tiaras da Princesa Alice. Alice era a mãe do futuro marido de Elizabeth – o príncipe Philip.

A princesa Diana desviou dessa tradição e escolheu um anel um pouco mais simples, que gostou de um catálogo, que estava longe de ser o anel mais caro. Suas joias foram passadas a diante e agora são usadas como anel de noivado por Catarina, a duquesa de Cambridge, esposa do príncipe William.

5 – Ela se tornou a primeira mulher da família real a dar à luz fora do palácio

As mulheres da família real britânica costumavam ter seus bebês em casa, onde todas as instalações necessárias para o parto costumavam ser organizadas. Elizabeth II fez o mesmo, mas a princesa Diana preferiu dar à luz a seus dois filhos no hospital, quebrando a tradição. A duquesa de Cambridge decidiu seguir o exemplo de sua sogra e deu à luz a todos os seus três filhos no mesmo hospital onde a princesa Diana teve os seus filhos. Além disso, Catherine deixou o hospital duas vezes usando vestidos que se assemelhavam aos vestidos de “saída de hospital” de Diana.

4 – Diana tinha sua própria opinião sobre como deveria criar seus filhos

No passado, passar muito tempo com as crianças não era aceito nas famílias reais. Por exemplo, quando o príncipe Charles tinha 2 anos de idade, ele ficou com seus avós, enquanto seus pais, a rainha Elizabeth II e o príncipe Philip, partiram para Malta. A rainha viajou muito pelo mundo e raramente levava seus filhos com ela. Além disso, os pais expressarem sentimentos pelos seus filhos em público também era inaceitável.

A princesa Diana abandonou essas formalidades e criou seus filhos de uma maneira diferente. Ela era contra ficar separada por muito tempo de seus filhos e é por isso que o pequeno William e Harry viajavam junto de seus pais enquanto estavam cumprindo suas obrigações em outros países.

Quando conversava com seus filhos, Diana geralmente se agachava para poder ver os olhos deles. Ela não tinha medo de expressar seus sentimentos calorosos e maternais em público e constantemente abraçava seus filhos, apesar do fato de que isso era considerado inapropriado na família real. Além disso, William e Harry se tornaram os primeiros herdeiros do trono a não serem educados em casa e a frequentar o jardim de infância.

A princesa Diana, em essência, tentou tornar a infância de seus filhos algo normal – ela montava em carrosséis com eles, permitia que eles usassem jeans e camisetas e até usassem transporte público junto de outras crianças. Quando seus filhos crescessem, ela os levaria para diferentes abrigos e hospitais, para que pudessem ver como era a vida fora do palácio. E seus filhos responderam a ela com os mesmos sentimentos calorosos. Eles dizem que o relacionamento que ela teve com seus filhos era muito mais forte do que o relacionamento que eles tinham com o pai, o príncipe Charles.

3 – Diana estava sempre aberta a interagir com pessoas “comuns”

O nome da princesa Diana é comumente associado à caridade. Ela não foi a única que visitou hospitais e fez trabalho humanitário, mas foi a única que fez isso com extrema sinceridade e abertura. É por isso que o público a chama de “Princesa do Povo”.

De acordo com o protocolo, é proibido tocar os membros da família real, mas a Princesa Diana muitas vezes quebrou essa regra e abraçou crianças e pessoas doentes. O príncipe William e o príncipe Charles seguem o exemplo de sua mãe – eles dedicam muito do seu tempo à caridade e abraçam crianças, pacientes em hospitais e às vezes até concordam em tirar uma selfie.

2 – Ela nunca teve receio de revelar seus sentimentos

A imprensa perseguia Diana em todos os lugares. Os paparazzi observavam cada passo e cada gesto dela. Apesar disso, a princesa sempre foi muito sincera com os jornalistas – às vezes até demais. Em 1995, ela secretamente deu uma entrevista onde ela confessou ter algumas dificuldades em seu relacionamento com o marido. Logo depois disso, eles se divorciaram. Infelizmente, o casamento deles nunca poderia ter sido chamado de feliz. A princesa Diana não tinha timidez ao falar sobre seus problemas e compartilhar sua alegria e emoções, o que era bastante incomum para os membros da família real naquela época. Sua abertura e sinceridade eram provavelmente as razões pelas quais pessoas simples a amavam tanto.

Felizmente, a vida familiar dos filhos da princesa Diana é muito mais feliz que a dela. Os Príncipes tentam ser tão sinceros quanto sua mãe, bem como falar sobre os eventos que ocorrem em suas vidas com prazer. William e Kate publicam fotos de seus filhos na conta oficial do Instagram e dão entrevistas com entusiasmo.

1 – Diana experimentava diversos tipos de visuais

Apesar do rigoroso código de vestimenta que Diana mantinha durante os eventos oficiais, a princesa conseguia sempre parecer elegante, moderna e simplesmente bonita. Ela também não tinha medo de experimentar – por exemplo, uma vez até chegou a usar um colar como tiara.

Diana tornou-se a primeira mulher da família real a usar calças para um evento oficial (seu exemplo é seguido hoje por Meghan Markle, que adora terninhos). Diana amava a cor preta e muitas vezes escolhia roupas dessa cor, apesar do fato de que a família real veste preto apenas em funerais e durante o luto. Assim, Diana tornou-se uma verdadeira revolucionária da moda no palácio, que também fez dela um ícone de estilo.

[Bright Side]

Comentários
Carregando...