6 filmes famosos que foram banidos de países diferentes por razões esquisitas

Vivemos no século XXI, mas às vezes parece que no mundo moderno, em que tanta informação circula, é impossível que certas proibições ocorram, uma vez que tornamos global muitos aspectos diferentes da cultura de cada país.

No entanto, apesar de vivermos em um mundo globalizado, muitas diferenças culturais se chocam através da indústria do entretenimento, resultando em proibições diversas. A mídia está cheia de notícias, programas, séries e filmes que são diariamente proibidos em alguns países simplesmente porque as autoridades assim o exigiram.

A seguir você verá 6 filmes famosos que foram banidos de países diferentes por razões esquisitas que são até mesmo difíceis de acreditar:

6 – Kingsman: O Círculo Dourado

© Kingsman: The Golden Circle / Twentieth Century Fox Film Corporation

Kingsman: O Círculo Dourado foi um sucesso de bilheteria banido no Camboja porque supostamente descrevia o país como um lugar seguro para criminosos.

O Ministério da Cultura do Camboja disse que este filme era inadequado e também havia uma preocupação com o fato de um templo cambojano ser mostrado como um lugar onde crimes poderiam ser cometidos.

5 – Saw 3D

© Saw 3D / Twisted Pictures

Em vários países esse filme de terror tão conhecido foi proibido. Na Alemanha, por exemplo, a proibição se deu por ser considerado um filme muito violento, porém um ano depois o filme voltou a ser permitido, passando a ser exibido nas salas de cinema.

4 – Django Livre

© Django Unchained / Columbia Pictures

Este filme de Quentin Tarantino foi proibido na China no próprio dia da estreia: cinemas de todos os locais na China informaram que não podiam exibir o filme por razões técnicas, devido aos requisitos estabelecidos pela China Film Group Corporation.

As autoridades chinesas alegam que o motivo para a proibição da exibição deste filme foi o excesso de cenas de violência. Todos os filmes exibidos na China são submetidos à avaliação antes para ser decidido se o filme pode ser exibido completamente ou se há partes que devem ser cortadas e, geralmente, os classificadores são sexo ou violência.

3 – Borat

© Borat: Cultural Learnings of America for Make Benefit Glorious Nation of Kazakhstan / Dune Entertainment,

Borat é um filme de comédia interpretado por Sacha Baron Cohen, que fez o mundo inteiro rir com a interpretação de um repórter do Cazaquistão que vai para os EUA para aprender novos costumes. Bem, o mundo inteiro riu do filme –  menos o próprio Cazaquistão, que o considerou como ofensa porque Sacha Baron Cohen não “se parecia um cazaque” . Além disso, também relataram que seu país estava sendo retratado da maneira errada, o que fez tanto o filme como o site pessoal de Cohen saírem do ar.

Em contrapartida, o Ministério do Turismo do Cazaquistão admitiu que Borat fez o número de turistas dos EUA aumentar no país.

2 – Matrix Reloaded

© The Matrix Reloaded / Warner Bros. Pictures

A trilogia icônica sobre máquinas que escravizam a humanidade tem muitas referências a diferentes ideias filosóficas e religiosas e os diretores criaram o filme para permitir que você encontre novos símbolos e significados.

E foi exatamente isso que os egípcios viram quando baniram The Matrix Reloaded de seu país: as referências religiosas.

1 – Mulher Maravilha

© Wonder Woman / DC Entertainment

Um dos maiores sucessos do universo DC foi o filme Mulher Maravilha, porém muitas pessoas não puderam contemplar essa obra de arte porque a atriz Gal Gadot é de Israel.

Assim como todas as mulheres de Israel, ela serviu nas forças armadas e, por esse fato, seu filme foi considerado ofensivo no Líbano, Tunísia e Argélia.

E você, assistiu a esses filmes dessa lista? O que acha deles? Será que eles são realmente dignos de proibição? Conte pra gente sua opinião nos comentários!

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.