6 confissões sobre o balé que podem fazer você ver esta arte de maneira completamente diferente

Sem sombra de dúvidas, as vidas e o trabalho dos bailarinos não são nada fáceis, ao mesmo tempo que estão repletos de mitos, como por exemplo, de que eles só “comem salada e bebem água” ou ainda de que “desistem de ter filhos para ter uma carreira de sucesso”, entre muitos outros.

Pensando nisso, trouxemos a seguir 6 confissões sobre o balé que podem fazer você ver esta arte de maneira completamente diferente – saiba mais e conte pra gente sua nova perspectiva sobre o balé nos comentários:

6 – Os primeiros passinhos

universal.dance.school

É verdade que a maioria das crianças são matriculadas nas escolas de balé entre as idades de 4 e 8 anos. Porém, o fato é que as crianças podem sim começar os exercícios ainda mais cedo, fazendo preparatórios a partir dos três anos de idade. É nessa fase que os pequenos começam a ter controle sobre o próprio corpo, então podem aprender a fazer isso junto com a música.

universal.dance.school

Já para fazer o passo en pointe, as crianças têm que ter pelo menos 11 anos, pois o primeiro ano dessas aulas consiste em ensaios intensos de 3 a 4 vezes por semana, que exigem disciplina e resistência. Dançarinos prestam muita atenção à atuação, porque eles precisam ser capazes de comunicar a personalidade do personagem através de seus movimentos.

5 – Há requisitos para a forma física?

iana_salenko

Para não haver problemas de saúde, sim: uma das mais importantes “características técnicas” de uma bailarina é o alongamento dos pés. Isso pode ser desenvolvido, é claro, mas apenas se a pessoa tiver uma predisposição anatômica que permita isso.

A maioria dos bailarinos está entre 1,60m e 1,80m de altura. Seu peso corporal perfeito deve estar entre 40 kgs e 60 kgs. Aliás, depende de quanto os músculos e os ossos pesam. O pouco peso não significa que os dançarinos não sejam incrivelmente poderosos e fortes.

iana_salenko

O comprimento das pernas também é muito importante para os bailarinos e isso não é um mito. O índice deve ser de cerca de 49-52% do corpo: o comprimento em posição sentada dividido pela altura do corpo inteiro e multiplicado por 100%.

4 – Dieta

A dieta dos bailarinos têm muitas limitações, para que possam permanecer em forma. Para isso, eles têm que abrir mão dos alimentos que a maioria de nós está acostumada. Um exemplo é Svetlana Zaharova, que abriu mão do sal. Seu café da manhã é feito de cereal com água.

O café da manhã de um bailarino é basicamente isso:

irunchatheone

A dançarina de balé Maya Plisetskaya, por exemplo, não toma café e não come farinha, carnes, laticínios, ovos ou açúcar. Ela se alimenta de frutas, legumes, peixe, cereais. Alguns dançarinos passam por dietas rigorosas cerca de uma semana antes de uma apresentação, para parecerem ainda mais em forma.

Eles também comem panquecas, porém sem recheios, apenas com frutas.

irunchatheone

Mas nem sempre tudo é assim, é claro. Anna Russkih, do Teatro Bolshoi, diz: “Se você visse como celebramos aniversários em nossos vestiários, ficaria chocado: também comemos batatas fritas, nozes salgadas, calabresa, queijo, doces, biscoitos e bolos. Ah, e claro, vinho e champanhe, além de outras guloseimas”

3 – Nos bastidores do espetáculo

As pernas dos bailarinos sofrem muito por conta dos ensaios exaustivos. O dia de trabalho deles dura 7 horas, sem intervalos para o almoço. O horário depende da posição que o dançarino ocupa, seja parte do corpo de dançarinos de baile, mestre, solo, etc. As mulheres são, na verdade, muito mais ocupadas do que os homens, porque o corpo de baile feminino é uma parte necessária de quase todos os espetáculos de balé. Há até dias em que elas trabalham horas extras: 9 horas ou mais.

Os dançarinos ficam com muitos calos nos pés e também ficam com frequentes lesões em seus corpos. Eles acabam sofrendo de distúrbios alimentares, problemas de densidade mineral óssea e, muitas vezes, apresentam fraturas da primeira costela.

A fim de apoiar seus corpos, os bailarinos recebem uma massagem regularmente. O tipo de massagem, no entanto, depende do objetivo. Por exemplo, no dia do show, será uma massagem tonificante, e após o treino ou após um show, eles precisam de uma massagem relaxante, para ajudar a reduzir o inchaço.

© massageballet / Instagram   © sport.spa.family.club / Instagram

Na maioria das vezes, o cabelo das bailarinas está em um coque. Estes penteados apertados afetam a saúde dos cabelos também, tornando-os mais frágeis. E também vale a pena lembrar da maquiagem em excesso, que tem um efeito negativo sobre a saúde da pele, sendo assim necessário que, em seu cotidiano, os bailarinos deixem a pele descansar usando o mínimo possível de cosméticos. A maioria dos dançarinos faz a maquiagem para seus shows sozinhos, não recebendo nenhuma recomendação ou instrução específica: os dançarinos de balé têm que projetar suas aparências por si mesmos. Mas a maquiagem não deve ser muito fora do padrão da peça.

2 – Maternidade

polinasemionovaofficial

A bailarina Yana Salenko, prima ballerina da Ópera Estatal de Berlim, não acha que as crianças possam ser um problema para sua carreira. Ela está esperando seu segundo bebê.

“Estou espantada com o que o corpo feminino pode fazer durante a gravidez“, diz ela em sua página no Instagram.

svetlanazakharovabt

Mas ainda há controvérsias sobre o tema.

“Sejamos honestos: no passado e agora bem poucas bailarinas têm a coragem de se tornar mães. Porque existe o perigo de você nunca mais voltar ao palco. Mas eu fiz a minha escolha e estou feliz que agora temos a nossa Anya”. Diz Svetlana Zaharova.

iana_salenko

1 – O mundo da arte em sua expressão máxima

iana_salenko

No final, tanto os dançarinos amantes de sua sublime profissão como também o público acredita que todos esses sacrifícios valem a pena.

Os protagonistas ainda sobem ao palco, dançam com o melhor de si e acabam inspirando os espectadores ao redor do mundo unindo a todos com o poder da arte. O balé é uma arte elegante, sem peso e que nos transmite leveza. É algo capaz de nos fazer sentir tão leves como uma pluma, em um mundo repleto de fantasias e um deleite criativo.

Incrível, não é mesmo?

buy metformin metformin online