5 mistérios arrepiantes que ainda não foram resolvidos

A história está repleta de incógnitas e, por alguma razão, nós seres humanos tendemos a nos concentrar mais nas coisas misteriosas do que nos fatos inegáveis. Então, se você gosta de uma boa dose de mistério, vai se deliciar com a compilação a seguir onde respostas são algo completamente distante.

Veja só 5 mistérios arrepiantes que ainda não foram resolvidos:

5 – Mortes de estudantes holandesas

© Reddit

Em 1 de abril de 2014, as estudantes holandesas Lisanne Froon e Kris Kremers se despediram da família que as hospedou durante sua viagem planejada ao Panamá e saíram com o cão da família para uma caminhada ao longo do vulcão Barú. Elas postaram no Facebook que iriam passear por Boquete antes de percorrer a trilha.

Naquela noite, a família anfitriã notou o cachorro voltando para casa, mas não havia sinal das duas jovens. Supondo que elas haviam decidido passar a noite na trilha, a família esperou até a manhã seguinte. No entanto, quando as duas ainda não haviam voltado no dia seguinte, a família imediatamente entrou em contato com a polícia. Os pais de Kris e Lisanne chegaram ao Panamá cinco dias depois e esperaram ansiosamente pelas notícias de suas filhas enquanto a polícia e os detetives vasculhavam a floresta durante dez dias.

Demorou 10 semanas para uma descoberta no caso. Uma mulher local apareceu na delegacia com uma mochila azul que havia encontrado na margem de um rio na região de Boco del Toros. Dentro da mochila estavam o passaporte de Lisanne, um óculos de sol, dois pares de sutiãs, uma garrafa de água e algum dinheiro. A polícia também encontrou uma câmera e os celulares das duas meninas na mochila. Quando investigaram os celulares, descobriram que haviam 77 tentativas de ligar para a polícia e os serviços de emergência no Panamá e na Holanda. Devido à falta de sinal na área, essas chamadas não foram atendidas. Em um dos celulares, eles encontraram várias fotos da trilha e da floresta ao redor. Em 8 de abril, também foram tiradas fotos dos pertences das meninas espalhadas sobre algumas pedras e uma foto perturbadora da parte de trás da cabeça de Kris mostrando sangue escorrendo dela.

Dois meses depois, ossos foram encontrados na floresta. Testes de DNA confirmaram que pertenciam às duas meninas desaparecidas. No final de 2014, elas foram declaradas publicamente mortas por acidente durante a caminhada. A polícia nunca descobriu como elas morreram ou se alguém foi responsável por suas mortes.

4 – A premonição de Kathy Hobbs

Quando Katherine Marie Hobbs tinha oito anos, seus pais se divorciaram. Como se isso não fosse difícil o suficiente para a jovem, sua melhor amiga morreu enquanto ambas estavam no ensino médio. Logo depois, Katherine ou Kathy, como sua família a chamava, começou a ter premonições perturbadoras de que ela não viveria após os 16 anos de idade.

Kathy e sua irmã Theresa se mudaram para um subúrbio de Las Vegas com sua mãe, onde fez novos amigos. No dia de seu décimo sexto aniversário, em 20 de abril de 1987, Kathy acordou sentindo-se muito aliviada por nada terrível lhe ter acontecido. Com o passar dos dias após seu aniversário, Kathy ficou confiante de que suas premonições nada mais eram do que uma invenção de sua imaginação.

Em 23 de julho de 1987, Kathy saiu de casa para comprar uma revista de quadrinhos no supermercado local a uma quadra e meia de distância. Sua mãe se despediu antes que Kathy voltasse. Na manhã seguinte, a mãe de Kathy bateu na porta do quarto apenas para descobrir que estava vazio. Kathy nunca voltou para casa.

A mãe dela fez um B.O. de desaparecimento imediatamente. Nove dias depois, o corpo de Kathy foi encontrado próximo do Lago Mead. Quando a polícia foi chamada, eles descobriram pedras na cena do crime com o sangue de Kathy, indicando que a adolescente havia sido atingida na cabeça repetidamente. As notícias devastaram a mãe e a irmã de Kathy. Mais tarde, enquanto limpavam o quarto da jovem, encontraram cartas escritas por Kathy para cada membro da família. As cartas foram escritas um mês antes do décimo sexto aniversário de Kathy. Nelas, ela escreveu que os amava muito e que não deveriam ficar chateados ou pensarem em sua morte.

O assassinato de Kathy Hobbs permanece sem solução, apesar de um serial killer chamado Michael Lee Lockhart ter sido o principal suspeito, que eventualmente foi executado por outro assassinato.

3 – Caixões em miniatura

© Reddit

Em 1836, um grupo de meninos partiu para Arthur’s Seat em Edimburgo, na Escócia, para caçar coelhos. Intrigados com uma caverna escondida, os meninos decidiram espiar. Depois de retirarem as pedras que cobriam a entrada, eles se depararam com 17 caixões em miniatura, cada um com um boneco de madeira dentro. Os bonecos tinham olhos grandes e estavam vestidos com roupas de algodão.

Quando a descoberta foi relatada no jornal escocês, o artigo mencionava que os caixões eram decorados com adereços de funeral e parecia que eles haviam sido colocados dentro da caverna recentemente.

Como é de se esperar de descobertas inexplicáveis, várias teorias foram apresentadas para tentar explicar os caixões. Algumas pessoas pensaram que podem ser alguma peça de crianças, enquanto outros acham que bruxas poderiam ter usado os caixões para rituais. Outra teoria dizia que os caixões podem ter sido parte de um costume antigo de dar aos marinheiros que morreram no mar um enterro cristão. Enfim: o verdadeiro propósito dos caixões e quem os colocou na caverna permanece um mistério.

2 – O monge sem mãos

Em 2017, arqueólogos fizeram a surpreendente descoberta de um esqueleto de golfinho dos tempos medievais em uma ilhota na costa de Guernsey. No ano seguinte, eles encontraram algo ainda mais bizarro: um esqueleto masculino sem mãos. Após uma investigação, descobriu-se que o esqueleto do homem, que se acredita ser um monge, foi enterrado muito mais tarde que o golfinho e os dois incidentes não estavam relacionados.

Os arqueólogos acreditavam inicialmente que a ilhota Chapelle Dom Hue costumava ser muito maior e que era lar de alguns monges cristãos durante a Era Medieval. Uma das teorias que cercam o mistério do esqueleto diz que o monge pode ter sofrido de hanseníase e teve as mãos cortadas por causa disso. No entanto, alguns especialistas acham que isso é improvável e não acreditam que o homem fosse um monge, pois os detalhes nas roupas do esqueleto indicam que o corpo pode ter sido enterrado no século XVII, muito depois da ilhota ser habitada por monges.

A descoberta do esqueleto permanece sem resposta por enquanto.

1 – Envenenamento do elenco de “Titanic”

© 20th Century Fox

No último dia de filmagem de “Titanic”, na Nova Escócia, James Cameron de repente se sentiu inexplicavelmente enjoado e tonto. Quando ele começou a vomitar, percebeu que algo estava muito errado. Quando voltou ao set, ele descobriu que não era o único se sentindo estranho, já que alguns membros do elenco e da equipe estavam vomitando, chorando e alguns até rindo.

No Dartmouth General Hospital, as coisas ficaram ainda mais bizarras quando um membro da equipe espetou Cameron no rosto com uma caneta, enquanto outros começaram a roubar cadeiras de rodas desocupadas e a subir e descer os corredores do hospital. Cameron, que estava sangrando com a pontada da caneta, não parava de rir.

Assim que a equipe do hospital cuidou da intoxicação alimentar, eles perceberam que o ensopado consumido por mais de 60 pessoas no set continha cetamina e a fenciclidina (PCP), drogas anestésicas.

Teorias sobre o ocorrido era o que não faltava: uma delas dizia que um membro da tripulação demitido tentou se vingar envenenando a comida. Oficialmente, o mistério permanece sem solução, com o caso sendo encerrado em 1999, devido à falta de suspeitos.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.